Williams se retira de testes da pré-temporada após acidente

Os novos carros são mais duros para pilotar e consideravelmente mais rápidos do que no ano passado por conta das mudanças nas regras de aerodinâmica e pneus mais gordos

Por Redação, com Reuters – de Barcelona:

A Williams se retirou do último dia do primeiro teste da pré-temporada por razões de segurança, após o jovem canadense Lance Stroll bater o carro em um muro de pneus na quarta-feira.

A equipe informou que uma inspeção minuciosa do novo carro FW40 durante a noite revelou alguns danos ao chassi.

A Williams se retirou do último dia do primeiro teste da pré-temporada por razões de segurança
A Williams se retirou do último dia do primeiro teste da pré-temporada por razões de segurança

– Logo, por razões de segurança, a equipe não irá correr com o carro nesta quinta – informou em comunicado.

– Um segundo chassi estará preparado… nesta tarde, como planejado originalmente, com a equipe buscando voltar às pistas para o segundo teste na próxima semana, começando na terça-feira.

O brasileiro Felipe Massa pilotaria nesta quinta-feira, com o circuito da Catalunha molhado durante a noite para uma sessão de testes de pneus.

Stroll, de 18 anos, fará sua estreia na Fórmula 1 em 26 de março na Austrália, como o piloto mais jovem no grid de largada.

Embora tenha completado 98 voltas na quarta-feira antes do acidente, o único canadense no grid teve uma pausa precoce nos dois dos três dias de testes da equipe.

Os novos carros são mais duros para pilotar e consideravelmente mais rápidos do que no ano passado por conta das mudanças nas regras de aerodinâmica e pneus mais gordos.

O tricampeão mundial Lewis Hamilton disse na quarta-feira que lamenta pelos novatos na categoria neste ano.

– Este será o ano mais duro na Fórmula 1, por conta dos carros mais rápidos e mais físicos e pouco tempo de testes – disse o britânico a repórteres quando perguntado sobre o acidente de Stroll.

– O carro do ano passado é fácil comparado ao carro deste ano.

Regras

Os novos donos da Fórmula 1 sinalizaram um rompimento com a era Bernie Ecclestone na segunda-feira. Ao darem a equipes e pilotos maior liberdade para interagir com torcedores via redes sociais de dentro das áreas restritas dos circuitos.

Ecclestone, que em janeiro deixou de ser o chefe comercial do esporte depois que a Liberty Media finalizou a aquisição. Era conhecido pelo ceticismo em relação às redes sociais e controlava muito todo o conteúdo de vídeo de dentro do paddock.

Muito dos rendimentos da Fórmula 1 vem dos acordos com as TVs.

A Liberty Media fez da interação com os torcedores uma prioridade. No entanto, e está determinada a construir a marca via redes sociais e canais digitais.

As equipes foram informadas nas orientações. Divulgadas antes do primeiro dia da pré-temporada de testes em Barcelona na segunda-feira. Elas poderiam agora “fazer vídeos curtos para o uso nos seus próprios canais sociais” de dentro paddock.

Hamilton

Lewis Hamilton marcou o ritmo da campeã Mercedes no dia de abertura dos treinos da pré-temporada da Fórmula 1 na segunda-feira. Com seu novo carro rodando com uma velocidade que os outros não poderiam igualar.

Hamilton, já favorito por um quarto título neste ano após a aposentadoria surpresa do atual campeão e ex-companheiro de equipe Nico Rosberg. Completou 73 voltas sem problemas no Circuito de Catalunya, no sol da tarde.

O novo companheiro de Hamilton, o finlandês Valtteri Bottas, fez 79 voltas antes do almoço. O equivalente a mais de uma corrida.

Embora os tempos sejam por ora de importância secundária, a melhor volta de Hamilton de um minuto e 21,765 segundos. Foi um segundo mais rápida que o mais veloz nos testes no circuito de Barcelona em 2016 e 0,113. Melhor que Sebastian Vettel, da Ferrari, na segunda-feira.

– Foi um dia positivo para a equipe. Muitas voltas e muita informação nós ganhamos hoje – disse Hamilton.

O foco

O foco principal de todas as equipes foi tornar os carros confiáveis e acumular quilometragem. E alguns dos novos modelos apresentaram dispositivos aerodinâmicos intrincados para medir a circulação de ar e o desempenho.

Fernando Alonso não conseguiu marcar tempo nas voltas que deu em solo pátrio com sua McLaren. O australiano Daniel Ricciardo, o primeiro a pilotar a nova Red Bull RB13 depois de sua apresentação no sábado, só completou quatro giros na pista.

A Honda, fornecedora dos motores da McLaren, disse que o modelo laranja e preto MCL32. Que só fez uma volta de teste sem cronometragem. Teve um problema no sistema de óleo.

O brasileiro Felipe Massa, veterano na Fórmula 1, foi o terceiro mais rápido com a Williams.

Os novos carros, mais largos e com pneus dianteiros e traseiros maiores. Devem ser vários segundos mais velozes por volta do que os do ano passado, senão mais.

A temporada começa no dia 26 de março com o Grande Prêmio da Austrália.

Ferrari anda mais do que Mercedes em testes na nova temporada

Vettel,Ferrari

Sebastian Vettel, da Ferrari, que foi tetracampeão com a Red Bull mas não obteve nenhuma vitória no ano passado, foi o mais veloz na ensolarada sessão de abertura

 

Por Redação, com agências internacionais – de Barcelona, Espanha

 

A campeã mundial Mercedes foi veloz nas voltas. Mas a Ferrari foi ainda mais rápida. Já as rivais Red Bull e McLaren tiveram contratempos de imediato nos testes de estreia de seus novos carros de Fórmula 1, nesta segunda-feira.

Vettel, em sua reluzente Ferrari, andando muito rápido no Circuito da Catalunha
Vettel, em sua reluzente Ferrari, andando muito rápido no Circuito da Catalunha

Valtteri Bottas, que substituiu o campeão mundial aposentado Nico Rosberg na Mercedes. Irá correr ao lado de Lewis Hamilton e havia completado bem mais que a distância de uma corrida, na hora do almoço. Completoui 79 voltas cronometradas no Circuito da Catalunha.

Sebastian Vettel, da Ferrari, que foi tetracampeão com a Red Bull mas não obteve nenhuma vitória no ano passado, foi o mais veloz na ensolarada sessão de abertura, com o tempo de 1min22seg791 em 62 voltas com pneus médios.

Andando muito

O tempo do alemão já está próximo da volta mais rápida nos testes de 2016 em Barcelona –1min22seg765. Bottas ficou em segundo na tabela, 0,378 mais lento com seus pneus macios.

Mas o foco principal de todas as equipes foi tornar os carros confiáveis e acumular quilometragem, e alguns dos novos modelos apresentaram dispositivos aerodinâmicos intrincados para medir a circulação de ar e o desempenho.

Fernando Alonso não conseguiu marcar tempo nas voltas que deu em solo pátrio com sua McLaren, e o australiano Daniel Ricciardo, o primeiro a pilotar a nova Red Bull RB13 depois de sua apresentação no sábado, só completou quatro giros na pista.

Sem cronometragem

A Honda, fornecedora dos motores da McLaren, disse que o modelo laranja e preto MCL32, que só fez uma volta de teste sem cronometragem, teve um problema no sistema de óleo.

Sergio Perez, da Force India, e o brasileiro Felipe Massa, na Williams, foram o terceiro e o quarto mais rápidos. Deram 39 voltas cada.

Do restante, apenas o sueco Marcus Ericsson chegou perto dessa marca com as 32 voltas que deu com sua Sauber. O carro está usando o motor da Ferrari, no ano passado. Nico Hulkenberg, da Renault, teve a honra de ser o primeiro na pista.

Os novos carros, mais largos e com pneus dianteiros e traseiros maiores, devem ser vários segundos mais velozes. Isso, sem comparados aos do ano passado, senão mais. A temporada começa no dia 26 de março com o Grande Prêmio da Austrália.

Hamilton diz não ter nenhum problema com Bottas

Na sexta-feira, Hamilton disse em uma transmissão ao vivo do Facebook Live com o patrocinador UBS que os pilotos deveriam fazer sua própria “lição de casa”

Por Redação, com Reuters – de Londres:

O tricampeão mundial de Fórmula 1 Lewis Hamilton esclareceu os comentários de que não quer compartilhar dados com colegas de equipe e disse ter “problema zero” com o novo piloto da Mercedes, Valtteri Bottas.

Piloto britânico Lewis Hamilton durante Grande Prêmio de Abu Dhabi
Piloto britânico Lewis Hamilton durante Grande Prêmio de Abu Dhabi

Na sexta-feira, Hamilton disse em uma transmissão ao vivo do Facebook Live com o patrocinador UBS que os pilotos deveriam fazer sua própria “lição de casa”. Em vez de poderem copiar o traçado e os pontos de frenagem de um companheiro de equipe.

– Eu vou, faço minhas voltas, faço toda a minha lição de casa e o outro cara vê tudo – disse o britânico.

– Quando estamos pilotando marcamos pontos de frenagem, solavancos. Marcas de pneu na pista, todas essas coisas diferentes que te ajudam a fazer a curva mais rápido. Mas por causa destes dados (compartilhados) eles (colegas de equipe) podem simplesmente te copiar.

– Eles deveriam ser capazes de ir sozinhos e descobrir isso tudo por conta própria, sem você – acrescentou.

Os comentários de Hamilton foram interpretados por alguns como críticas suas à Mercedes. Por insistir na partilha de dados entre companheiros de escuderia, mas ele foi ao Twitter nesta segunda-feira para enfatizar que não é esse o caso.

Equipe

– Quero esclarecer que não ataquei minha equipe em absoluto. Minha visão sobre o compartilhamento de dados é somente meu sentimento a respeito do esporte em geral – disse o piloto de 32 anos. Que estreou na McLaren em 2007 ao lado do bicampeão Fernando Alonso.

– Isto é o que sinto desde o dia em que comecei na F1 e continua sendo 10 anos depois. Existe problema zero na minha equipe. Problema zero com Bottas.

Hamilton é o favorito à conquista de um quarto título nesta temporada depois de perder no ano passado para seu então colega de Mercedes, Nico Rosberg, que em seguida se aposentou.

O alemão, seu rival desde a adolescência em competições de kart. Venceu 9 corridas, menos que as 10 de Hamilton, mas teve um rendimento melhor.

Hamilton conquistou o título ao derrotar Rosberg nas duas campanhas anteriores.   

Bottas pode ser tão rápido quanto Rosberg na Mercedes, diz Lauda

A Mercedes anunciou a chegada do finlandês Bottas, vindo da Williams, apresentando o piloto de 27 anos como um parceiro rápido e experiente para o britânico Lewis Hamilton

Por Redação, com Reuters – de Londres:

O tricampeão mundial de Fórmula 1 Niki Lauda acredita que o novo piloto da Mercedes, Valtteri Bottas, pode ser tão rápido quanto o homem que vai substituir, o recém-aposentado campeão Nico Rosberg.

O novo piloto da Mercedes, Valtteri Bottas
O novo piloto da Mercedes, Valtteri Bottas

– Bottas é o melhor (para o trabalho). Acredito que ele pode pilotar tão rápido quanto Nico. Acredito que ele pode vencer o campeonato – disse o ex-piloto austríaco, que presidente o Conselho da Mercedes, à rede alemã de televisão RTL. 

– Podemos começar a temporada de uma maneira muito calma e confiante com a dupla – acrescentou.

A Mercedes anunciou a chegada do finlandês Bottas, vindo da Williams, na segunda-feira. Apresentando o piloto de 27 anos como um parceiro rápido e experiente para o britânico Lewis Hamilton, tricampeão mundial. A vaga de Bottas na Williams foi ocupada pelo brasileiro Felipe Massa, que abandonou a aposentadoria para retornar à escuderia.

Hamilton

Hamilton venceu 10 das 21 corridas no ano passado. Mas foi superado em pontuação por Rosberg, seu antigo rival desde os tempos de juventude nas corridas de kart e que venceu nove corridas ao longo da temporada passada.

O britânico, cujo primeiro título foi com a McLaren em 2008, superou Rosberg com folga no campeonato de 2015 e também venceu em 2014. 

Rosberg anunciou sua aposentadoria em dezembro, cinco dias após levantar a taça, surpreendendo a todos, inclusive a Mercedes, que vinha tendo dificuldades em encontrar um substituto, considerando que todos os principais pilotos já estavam sob contratos com outras escuderias.

O chefe da equipe da Mercedes, Toto Wolff, há tempos esteve envolvimento no gerenciamento da carreira de Bottas. Embora tenha dito que isso agora acabará. Ele também era acionista na Williams, a qual usa motor Mercedes.

Hamilton, de 32 anos, vai começar a nova temporada na Austrália em 26 de março como favorito para conquistar o quarto título. Lauda disse que o clima na equipe está tranquilo. Porque novamente possuem dois corredores de primeira linha. 

– Procuramos por um piloto que se encaixasse em nossa equipe. Até hoje, sempre tivemos dois corredores de primeira que podiam brigar pelo campeonato mundial – disse ele. “Nico e Lewis eram um bom exemplo disso. Porque disputavam cabeça a cabeça.”

Valtteri Bottas substitui Rosberg na Mercedes

O finlandês ainda não venceu um Grande Prêmio em suas quatro temporadas na Williams, conseguindo nove pódios, mas agora se torna forte competidor na corrida pelo título

Por Redação, com Reuters – de Londres:

O piloto finlandês Valtteri Bottas irá substituir o atual campeão mundial da Fórmula 1, Nico Rosberg, que se aposentou ao final da temporada passada, na Mercedes, anunciou a Williams nesta segunda-feira.

O piloto finlandês Valtteri Bottas irá substituir o atual campeão mundial da Fórmula 1, Nico Rosberg
O piloto finlandês Valtteri Bottas irá substituir o atual campeão mundial da Fórmula 1, Nico Rosberg

Felipe Massa, que também se aposentou na temporada passada, concordou com um contrato de um ano para assumir a posição de Bottas na Williams.

Lewis Hamilton

Bottas, de 27 anos, será parceiro do tricampeão mundial Lewis Hamilton na principal equipe da Fórmula 1. Campeã dos três últimos títulos de pilotos e construtores e favorita novamente neste ano.

O finlandês ainda não venceu um Grande Prêmio em suas quatro temporadas na Williams, conseguindo nove pódios. Mas agora se torna forte competidor na corrida pelo título.

Mercedes começa corrida para anunciar substituto de Rosberg

Mercedes começa corrida contra o tempo para anunciar substituto de Rosberg

A escuderia deixou claro nos dias anteriores ao Natal que não faria nenhum anúncio antes de voltar plenamente aos trabalhos nesta terça-feira

Por Redação, com Reuters – de Londres:

O mundo da Fórmula 1 começou o ano à espera de que a Marcedes anuncie quem substituirá o campeão mundial aposentado Nico Rosberg como companheiro de equipe de Lewis Hamilton.

Mercedes começa corrida contra o tempo para anunciar substituto de Rosberg
Mercedes começa corrida contra o tempo para anunciar substituto de Rosberg

A escuderia deixou claro nos dias anteriores ao Natal que não faria nenhum anúncio antes de voltar plenamente aos trabalhos nesta terça-feira. No entanto, há evidências de que a decisão está quase tomada.

De acordo com o site motorsport.com. O finlandês Valtteri Bottas esteve na fábrica da Mercedes em Brackley antes do Natal para reunir-se com os engenheiros da equipe e testar o cockpit de seu carro para 2017.

Bottas corre pela Williams, que usa motores Mercedes, desde sua estreia na Fórmula 1 em 2013. O chefe da escuderia Mercedes, Toto Wolff, um ex-acionista da Williams. Ele está envolvido na equipe de gestão da carreira do piloto de 27 anos. 

O finlandês é o favorito nas casas de apostas para substituir Rosberg. Que inesperadamente anunciou sua aposentadoria no mês passado cinco dias após ter conquistado seu primeiro título mundial. 

No entanto, outros elementos podem estar em jogo antes que um acordo possa ser anunciado.

Felipe Massa 

Um deles é a possibilidade de o brasileiro Felipe Massa abandonar seu anúncio de aposentadoria e voltar à atividade para substituir Bottas na Williams. 

Outra possibilidade é Pascal Wehrlein, um piloto reserva da Mercedes de 22 anos que poderia estar esperando sua oportunidade na equipe. Embora ainda carente de experiência. 

Com o início dos testes de pré-temporada na Espanha no fim do mês que vem. Antes da primeira prova do ano na Austrália, em 26 de março. As escuderias entram em seu período mais ativo e o tempo para tomar decisões. Especialmente para a Mercedes, está chegando ao fim.

Murray finaliza melhor ano da carreira

O tenista número um do mundo, o britânico Andy Murray, finalizou no último sábado o ano de 2016 com uma vitória por 6-3 e 7-6 sobre o canadense Milos Raonic. Conquistando o terceiro lugar no torneio de exibição Mubadala World Tennis Championship, em Abu Dhabi.

O escocês de 29 anos se recuperou da surpreendente derrota para o belga David Goffin na semifinal de sexta-feira, após finalizar a temporada oficial com 24 vitórias seguidas.

Murray começou a partida deste sábado quebrando o serviço de Raonic para conquistar o primeiro set. O canadense se recuperou ao longo da segunda parcial. Mas Murray manteve a intensidade e conseguiu vencer o set no tie-break para fechar o jogo.

– Foi bom finalizar o ano com uma vitória. Foi uma boa partida para treinar devoluções, já que o Milos tem um serviço muito forte – afirmou Murray, que foi incluído na sexta-feira na lista de honras de Ano Novo da rainha Elizabeth.

– Eu ainda me sinto como Andy Murray, normal. Mas estou feliz em receber a honraria. É uma forma legal de começar o novo ano – acrescentou.

Murray termina 2016 no topo do ranking masculino pela primeira vez. Neste ano. Ele venceu o torneio de Wimbledon, batendo Raonic na final, além de se tornar bicampeão olímpico no Rio de Janeiro e ter conquistado também o ATP World Tour Finals.

Ele tentará defender o posto de número 1 no Aberto da Austrália, em janeiro. Murray foi cinco vezes vice-campeão no torneio de simples, mas nunca faturou a taça.

Três anos depois de acidente, Schumacher segue na luta pela vida

O campeão de F1 Michael Schumacher sobrevive após o acidente sofrido em 29 de dezembro de 2013

A família de Schumacher busca evitar a mídia. Sua reabilitação tem sido tratada com o máximo possível de confidencialidade

 

Por Redação, com agências internacionais – de Genebra

 

Três anos se passaram desde aquele acidente que chocou a vida de Michael Schumacher e, consequentemente, a de sua família. A queda desastrosa na pista de esqui em Meribel mudou completamente a vida do sete vezes campeão mundial de F1. Ele foi forçado a partir desse dia a uma longa luta pela vida. Tenta, desde então, reabilitar os movimentos do corpo, mas cada dia é uma batalha a ser vencida.

O campeão de F1 Michael Schumacher sobrevive após o acidente sofrido em 29 de dezembro de 2013
O campeão de F1 Michael Schumacher sobrevive após o acidente sofrido em 29 de dezembro de 2013

A família de Schumacher busca evitar a mídia. Sua reabilitação tem sido tratada com o máximo possível de confidencialidade. É o que exige como proteção da privacidade a mulher dele, Corinna, e a assessora de imprensa, Sabine Khem

Sobre a saúde de Michael Schumacher há muitos rumores. A maioria deles é falsa e infundada. A última palavra oficial foi que ele conseguiu pequenos progressos. Mas Felix Porra, advogado da família, negou que Michael foi capaz de andar. Não haverá qualquer comunicado público, enquanto ele não o fizer, mesmo com a ajuda de médicos.

Foto proibida

No entanto, o ex-piloto continua na luta e a família reitera a esperança, lançando nas redes sociais a campanha “Siga na luta”, com o objetivo de unir todas as pessoas inspirados pela natureza e os feitos desportivos do campeão. Michael tem sido assistido por uma equipe de médicos, enfermeiros e terapeutas que lida diariamente com ele. Tudo abrigado por um sigilo absoluto sobre as condições de saúde do ex-piloto alemão.

Pouco antes deste Natal, um fotógrafo tentou vender para os jornais alemães uma foto de Michael Schumacher. Ele foi flagrado em uma condição muito delicada em sua cama, na vila de Gland, distrito de Nyon, no Cantão de Vaud, Suíça. O paparazzo tentava vender o clique de um milhão de euros. Mas os jornais se recusaram a comprar a foto. A polícia alemã trabalha para rastrear o autor da foto e proteger o direito à privacidade do campeão infeliz de Fórmula 1.

Mercedes publica anúncio de brincadeira procurando substituto para Rosberg

Campeão mundial de Fórmula 1 de 2016, Nico Rosberg

Por Redação, com Reuters – de Londres:

A Mercedes publicou um anúncio de emprego de brincadeira nesta quinta-feira enquanto procura um substituto para o recém-aposentado campeão mundial de Fórmula 1 de 2016, Nico Rosberg.

Campeão mundial de Fórmula 1 de 2016, Nico Rosberg
Campeão mundial de Fórmula 1 de 2016, Nico Rosberg

O anúncio, semelhante no formato àqueles em que se comunica vagas no setor automotivo. Saiu na revista britânica Autosport na coluna ‘piloto disponível’. Mas para divertir os leitores, e não para ser levado a sério.

– Como parte da equipe itinerante, você será responsável pela operação de um carro de F1 em eventos de pista como demonstrações, testes e grandes prêmios – diz o anúncio.

– O ideal é que você tenha experiência de condução comprovada em habilidades. Como guiar, frear e, em particular, acelerar. A posse de uma Super Licença da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) será uma vantagem.

Os mimos do emprego incluem restaurantes subsidiados, seguro de vida, plano médico particular, academia no local e um esquema de arrendamento do carro da empresa.

Entre outros talentos exigidos, além de ser “motivado e com um grande desejo de sucesso”. Estão demonstrar “extrema paciência diante da atenção da mídia”. Ser capaz de identificar claramente os pontos fortes e fracos dos adversários.

Aposentadoria

Rosberg anunciou sua aposentadoria na sexta-feira passada. A predominante Mercedes não tem nenhuma necessidade de anunciar a vaga mais cobiçada da F1. Qualquer pessoa minimamente qualificada irá bater em sua porta.

O alemão Pascal Wehrlein, de 22 anos, reserva da equipe que correu com a Manor neste ano. Ele é o favorito das casas de apostas para correr ao lado do tricampeão mundial Lewis Hamilton na próxima temporada.  

A casa William Hill reduziu suas apostas de 9/4 para 4/7 na quarta-feira. E o piloto finlandês Valtteri Bottas, hoje na Williams, é o segundo favorito com a cotação de 5/2.

– Embora seja um grande passo para ele, (Wehrlein), ele parece ser o homem que os apostadores mais ousados estão prevendo como substituto do campeão mundial – disse o porta-voz da William Hill, Joe Crilly.

O chefe da Mercedes, Toto Wolff, disse ao canal de televisão Sky Sports que está disposto a fazer uma ‘escolha corajosa’, ecoando as palavras que usou sobre Rosberg quando o alemão comunicou sua decisão.

– Precisamos do cara mais rápido, que cometa o mínimo de erros e entenda que este é um esporte de equipe – disse o austríaco.

A Mercedes também expressou interesse no bicampeão Fernando Alonso, mas a McLaren não quer dispensar o espanhol.

Nico Rosberg anuncia aposentadoria e surpreende a Fórmula 1

Piloto alemão campeão mundial de F1 Nico Rosberg, que anunciou aposentadoria

Rosberg surpreendeu o mundo da Fórmula 1 nesta sexta-feira com um inesperado anúncio de que vai se aposentar, dias após conquistar seu primeiro título mundial

Por Redação, com Reuters – de Londres:

Nico Rosberg surpreendeu o mundo da Fórmula 1 nesta sexta-feira com um inesperado anúncio de que vai se aposentar, dias após conquistar seu primeiro título mundial com a Mercedes.

– A partir do momento que o destino do título estava em minhas próprias mãos. A grande pressão começou e comecei a pensar sobre terminar minha carreira na corrida. Caso me tornasse campeão mundial – disse o alemão em comunicado publicado no Facebook.

Piloto alemão campeão mundial de F1 Nico Rosberg, que anunciou aposentadoria
Piloto alemão campeão mundial de F1 Nico Rosberg, que anunciou aposentadoria

– Na manhã de domingo em Abu Dhabi, soube que poderia ser minha última corrida. Aquele pensamento limpou minha mente antes da largada. Queria aproveitar cada parte da experiência, sabendo que seria a última vez – disse o piloto, de 31 anos.

– Tomei minha decisão na noite de segunda-feira.

GP da Alemanha

A Alemanha não terá um grande prêmio de Fórmula 1 no ano que vem. Apesar do domínio da Mercedes e de o novo campeão mundial, Nico Rosberg, ser do país. Depois de a corrida ter sido cortada por razões financeiras na última quarta-feira.

Ao mesmo tempo que essa medida vai decepcionar os torcedores alemães. Houve uma mudança mais celebrada. Com o renomeado Grande Prêmio do Azerbaijão sendo adiado para 25 de junho para evitar o choque com as 24 Horas de Le Mans.

As corridas no Brasil e no Canadá. Cujos destinos foram deixados em aberto no esboço do calendário. Foram confirmadas na versão oficial de 20 provas divulgadas pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA).

Neste ano, houve um número recorde de 21 corridas.

A ausência alemã vinha sendo esperada. Devido à resistência de Nurburgring de pagar as taxas de anfitrião e à relutância de Hockenheim, que atraiu um público de meros 57 mil neste ano. Por perder dinheiro em temporadas consecutivas.

Hockenheim, um dos circuitos de maior público na era de Michael Schumacher. Sete vezes campeão mundial, tem um contrato para 2018, quando a corrida deve voltar.

A prova de rua em Baku, no Azerbaijão, fez a sua estreia neste ano como o Grande Prêmio Europeu. Os organizadores quiseram evitar a repetição do choque com Le Mans e acabar com o desafio logístico da corrida em sequência com a do Canadá.

As corridas na Áustria e no Reino Unido foram adiadas uma semana para preencher o vazio deixado pela Alemanha. Com essas provas ocorrendo agora, respectivamente, em 9 e 16 de julho.

A Hungria vai para o dia 30 de julho antes marcado para a Alemanha.

A prova no México faz par novamente com o Grande Prêmio dos Estados Unidos, em Austin, no Texas, no fim de outubro, e não com o do Brasil, que fica sozinho como penúltima prova em novembro.

Rosberg conquista o título mundial de Fórmula 1

O alemão Nico Rosberg ganhou neste domingo seu primeiro título mundial de Fórmula 1

Depois de muito suspense, Hamilton conquistou sua décima vitória da temporada e a quarta consecutiva, mas não foi o suficiente para mudar o resultado do campeonato

Por Redação, com Reuters – de Abu Dhabi:

O alemão Nico Rosberg ganhou neste domingo seu primeiro título mundial de Fórmula 1, depois de terminar em segundo lugar em um GP de Abu Dhabi tenso, no qual seu companheiro de equipe na Mercedes, Lewis Hamilton, venceu.

O alemão Nico Rosberg ganhou neste domingo seu primeiro título mundial de Fórmula 1
O alemão Nico Rosberg ganhou neste domingo seu primeiro título mundial de Fórmula 1

Depois de muito suspense, Hamilton conquistou sua décima vitória da temporada e a quarta consecutiva. Mas não foi o suficiente para mudar o resultado do campeonato.

Hamilton, que precisava manter Rosberg fora do pódio para ser campeão. Ele tentou empurrá-lo para os demais pilotos.

Ritmo

Em meio a preocupações dos chefes da equipe. O britânico diminuiu deliberadamente o ritmo nas últimas voltas. Produzindo um final emocionante, com os quatro primeiros pilotos separados por apenas 1,6 segundo.

Rosberg manteve a segunda posição para se tornar o terceiro campeão mundial de seu país. Após Michael Schumacher e Sebastian Vettel.

Filho do finlandês Keke Rosberg, vencedor do título de 1982, o alemão é o segundo filho de um campeão do mundo que consegue imitar seu pai, como o britânico Damon Hill.