Lewis Hamilton conquista pole position em Abu Dhabi

Lewis Hamilton

Rosberg tem 12 pontos de vantagem e será campeão se acabar a corrida entre os três primeiros, independente da posição em que terminarem os demais pilotos

Por Redação, com Reuters – de Abu Dhabi:

 

Lewis Hamilton conseguiu neste sábado a pole position para o grande prêmio de Abu Dhabi, que decidirá o campeonato mundial de Fórmula 1, enquanto seu companheiro de equipe e favorito ao título, Nico Rosberg, largará em segundo no domingo.

Lewis Hamilton
Lewis Hamilton

Rosberg tem 12 pontos de vantagem e será campeão se acabar a corrida entre os três primeiros, independente da posição em que terminarem os demais pilotos.

61 poles

Hamilton, que soma 61 poles na sua carreira. Tem que subir ao pódio para ter chance de ser o primeiro britânico a ganhar quatro vezes o campeonato mundial.

Ambos os pilotos venceram nove vezes nesta temporada.

O australiano Daniel Ricciardo sairá em terceiro e divide a linha com o campeão de 2007. Kimi Raikkonen, da Red Bull.

Mais rápido

Lewis Hamilton aplicou um golpe psicológico inicial em seu companheiro de equipe na Mercedes, Nico Rosberg, na sexta-feira. Ao fazer o melhor tempos nos dois treinos livres.

O britânico, que está 12 pontos atrás do favorito ao título antes da última corrida do ano. Obteve o tempo mais rápido percorrendo o circuito de Yas Marina em 1min42s869 no início da tarde. Quando também rodou na pista, sem bater em nada.

No treino vespertino, o tricampeão cravou o tempo de 1min40s861.

Rosberg, que só precisa chegar entre os três primeiros no domingo para garantir seu primeiro título. Depois de ser derrotado por Hamilton nos dois últimos anos. Ficou em segundo lugar nos dois treinos, 0s374 atrás no primeiro e 0s079 no segundo.

Hamilton relatou algo de anormal na caixa de câmbio na sessão vespertina. Mas a Mercedes disse que a peça é uma usada só nas sextas-feiras. Portanto sem importância para a prova deste domingo.

As Red Bulls do holandês Max Verstappen e do australiano Daniel Ricciardo. Podem desempenhar um papel importante na decisão do título ficando. Entre as Mercedes, ficaram logo atrás, na terceira e quarta posições, na primeira sessão.

Verstappen ficou em quarto depois que escureceu. Sebastian Vettel conseguiu o terceiro lugar para a Ferrari, mesmo parando a 10 minutos do final.

Hamilton, que tem que subir no pódio para ter alguma chance de se tornar o primeiro tetracampeão do Reino Unido. Rosberg venceram nove corridas cada nesta temporada.

 

Sauber confirma Marcus Ericsson para temporada 2017

O piloto sueco Marcus Ericsson vai continuar a correr pela Sauber na próxima temporada

A Sauber disse em comunicado que seu segundo piloto, atualmente o brasileiro Felipe Nasr, será anunciado “em devido tempo”

Por Redação, com Reuters – de Londres:

O piloto sueco Marcus Ericsson vai continuar a correr pela Sauber na próxima temporada, informou a equipe suíça de Fórmula 1 nesta segunda-feira.

A Sauber disse em comunicado que seu segundo piloto, atualmente o brasileiro Felipe Nasr, será anunciado “em devido tempo”.

O piloto sueco Marcus Ericsson vai continuar a correr pela Sauber na próxima temporada
O piloto sueco Marcus Ericsson vai continuar a correr pela Sauber na próxima temporada

Ericsson, de 26 anos, irá iniciar sua terceira temporada com a equipe equipada com motor da Ferrari. Não marcou pontos neste ano até que Nasr terminou em nono no Grande Prêmio do Brasil, há oito dias em São Paulo.

– Estou há dois anos com a Sauber e realmente me sinto em casa – disse o sueco, que era esperado para ficar na equipe por conta do forte apoio de patrocínios e falta de oportunidades em outras equipes.

As regras da Fórmula 1 também mudam em 2017. Com pneus maiores e novas regras de aerodinâmica, que deixam os carros mais rápidos e com visual mais agressivo.

A melhor corrida de Ericsson até o momento neste ano foi no México, na qual terminou em 11°. A temporada acaba em Abu Dhabi neste fim de semana.

Número de corridas

A Liberty Media quer ampliar o número de corridas da Fórmula 1. Para lucrar com o apelo glamuroso de seu ativo recém adquirido. Disse o presidente-executivo Greg Maffei na última quarta-feira.

A Fórmula 1 atingiu o recorde de 21 corridas nesta temporada. As equipes estão relutantes em ir além disso. Mas Maffei disse a investidores na conferência de Telecomunicações, Mídia e Tecnologia do Morgan Stanley que havia espaço para mais.

– Há um interesse geral de aumentar o número de corridas até um ponto. A FIA (Federação Internacional de Automobilismo) ganha mais. As equipes ganham mais, nós ganhamos mais”, disse ele.

A Fórmula 1 está enfrentando uma grande remodelação. Após a Liberty Media ter concordado em assumir o controle do esporte. A empresa comprou uma fatia inicial de 18,7 %  da controladora CVC Capital Partners. Planeja completar o acordo entre dinheiro e ações até o primeiro trimestre de 2017.

Bernie Ecclestone, chefe comercial da Fórmula 1, que segue no cargo após a aquisição, recentemente jogou água fria nas perspectivas imediatas de acrescentar corridas nos EUA.

O britânico de 86 anos tem conversado com futuros promotres de uma corrida em Las Vegas há meses, sem qualquer progresso. O futuro do grande prêmio do Brasil. O único na América do Sul, também é incerto devido à crise econômica do país.

Lewis Hamilton vence GP do Brasil

O tricampeão mundial Lewis Hamilton

A terceira vitória seguida do britânico após a pole position e sua primeira no Brasil deixou-o 12 pontos atrás de Rosberg, que terminou em segundo, cada um com nove vitórias na temporada

Por Redação, com Reuters – de São Paulo:

 

O tricampeão mundial Lewis Hamilton venceu uma corrida com várias pausas, molhada e caótica no Grande Prêmio do Brasil, neste domingo, para levar a batalha do título da Fórmula 1 com o colega de Mercedes, Nico Rosberg, à última prova em Abu Dhabi.

O tricampeão mundial Lewis Hamilton
O tricampeão mundial Lewis Hamilton

A terceira vitória seguida do britânico após a pole position e sua primeira no Brasil deixou-o 12 pontos atrás de Rosberg, que terminou em segundo, cada um com nove vitórias na temporada.

Rosberg, agora, precisa apenas terminar em terceiro, daqui a duas semanas, para conquistar seu primeiro título, mesmo que Hamilton vença.

A corrida

Em uma corrida com várias batidas, que foi duas vezes paralisada e retomada. Com cinco períodos de safety car e longas pausas. Max Verstappen, da Red Bull, terminou em terceiro, com um desempenho sensacional no molhado.

O brasileiro Felipe Massa, que está deixando a Fórmula 1, não completou a corrida após bater a sua Williams.

Rosberg supera Hamilton em treino livre no Brasil

Rosberg pode conquistar seu primeiro título neste domingo se vencer a penúltima corrida da temporada

O alemão percorreu um circuito de Interlagos úmido e nublado com o tempo de 1m11s740, apenas 93 milésimos à frente do tricampeão mundial Hamilton

Por Redação, com Reuters – de São Paulo:

 

O líder do campeonato mundial de Fórmula 1, Nico Rosberg, manteve o rival na luta pelo título e companheiro de Mercedes Lewis Hamilton fora do topo das tabelas de tempo no último treino livre deste sábado em Interlagos, antes do treino classificatório marcado para as 14h de sábado, no horário de Brasília.

O alemão percorreu um circuito de Interlagos úmido e nublado com o tempo de 1m11s740. Apenas 93 milésimos à frente do tricampeão mundial Hamilton.

Sebastian Vettel e Kimi Raikkonen, da Ferrari, ficaram em terceiro e quarto lugar, respectivamente.

Primeiro título

Rosberg pode conquistar seu primeiro título neste domingo se vencer a penúltima corrida da temporada.

Mas a batalha vai até o final,em Abu Dhabi, se ele não conseguir marcar sete pontos a mais do que seu companheiro de equipe.

Rosberg pode conquistar seu primeiro título neste domingo se vencer a penúltima corrida da temporada
Rosberg pode conquistar seu primeiro título neste domingo se vencer a penúltima corrida da temporada

 

Esteban Ocon assina acordo de longa duração com Force India na F1

O piloto francês Esteban Ocon irá correr na próxima temporada pela equipe Force India

Ocon substitui o alemão Nico Hulkenberg, que foi para a Renault, e correrá ao lado do mexicano Sergio Pérez na escuderia, atualmente a quarta no campeonato

Por Redação, com Reuters – de Paris:

O piloto francês Esteban Ocon irá correr na próxima temporada pela equipe Force India, com a qual assinou um acordo de muitos anos, informou a equipe de Fórmula 1 sediada em Silverstone, na Inglaterra, em comunicado emitido nesta quinta-feira, véspera do Grande Prêmio do Brasil no Autódromo de Interlagos, em São Paulo.

O piloto francês Esteban Ocon irá correr na próxima temporada pela equipe Force India
O piloto francês Esteban Ocon irá correr na próxima temporada pela equipe Force India

Ocon substitui o alemão Nico Hulkenberg, que foi para a Renault, e correrá ao lado do mexicano Sergio Pérez na escuderia, atualmente a quarta no campeonato.

O piloto de 20 anos também tem um contrato de longa duração com a Mercedes. A fornecedora de motores da Force India, e estreou neste ano com a pequena Manor. Substituindo o indonésio Rio Haryanto no meio da campanha atual.

– Ainda sou relativamente novo na Fórmula 1. Mas passar metade de uma temporada na Manor Racing me deu uma experiência valiosa. Me sinto pronto para esta nova oportunidade com a Sahara Force India – disse.

Jolyon Palmer

O britânico Jolyon Palmer garantiu seu lugar na Fórmula 1 ao renovar por mais um ano com a Renault na quarta-feira. Enquanto o atual companheiro de time, o dinamarquês Kevin Magnussen, está prestes a se juntar à equipe Haas em um acordo de vários anos.

A Renault completou sua dupla de pilotos para 2017. Outra parte do quebra-cabeça do mercado de pilotos, ao anunciar antes do Grande Prêmio do Brasil que Palmer, de 25 anos, ficará na equipe.

A equipe britânica já assinou com o experiente alemão Nico Hulkenberg, da Force India. A segunda vaga parecia entre Palmer ou Magnussen.

Magnussen, de 24 anos, recusou uma oferta de um ano. Em favor de uma oportunidade de longo prazo na Haas, de motor Ferrari. No lugar do mexicano Esteban Gutierrez, disse uma fonte próxima do acordo à agência inglesa de notícias Reuters.

A Renault afirmou que a combinação de Palmer e Hulkenberg oferece “uma força muito promissora para atingir nossos objetivos”.

Piloto canadense será substituto de Massa na Williams em 2017

O jovem canadense Lance Stroll irá fazer sua corrida de estreia na Fórmula 1 com a equipe ex-campeã mundial Williams

Stroll será o piloto mais jovem no grid de largada da próxima temporada, mas não o mais jovem a largar em uma corrida de F1, esse posto pertence a Max Verstappen, da Red Bull

Por Redação, com Reuters – de Grove, Inglaterra:

O jovem canadense Lance Stroll irá fazer sua corrida de estreia na Fórmula 1 com a equipe ex-campeã mundial Williams na próxima temporada, anunciou a escuderia nesta quinta-feira.

O jovem canadense Lance Stroll irá fazer sua corrida de estreia na Fórmula 1 com a equipe ex-campeã mundial Williams
O jovem canadense Lance Stroll irá fazer sua corrida de estreia na Fórmula 1 com a equipe ex-campeã mundial Williams

Nascido em Montreal, Stroll, que comemorou seu 18º aniversário em 29 de outubro. E ainda tem que passar no exame regular de motorista. Será o primeiro piloto de F1 do Canadá desde Jacques Villeneuve, campeão de 1997 pela Williams que se aposentou em 2006.

Filho do bilionário da moda Lawrence Stroll, que fez fortuna com as grifes Tommy Hilfiger e Michael Kors. Lance irá correr ao lado do experiente finlandês Valtteri Bottas nos carros de motor Mercedes.

Ele irá substituir o brasileiro Felipe Massa, que já havia anunciado sua aposentadoria da modalidade.

– Só mais uma quinta-feira comum – brincou o jovem Stroll quando foi questionado, em uma coletiva de imprensa, como se sentiu com a notícia. “Acho que a ficha ainda não caiu para valer. Passei 2016 concentrado na F3”.

– Venho de família rica, não vou negar – acrescentou o morador de Genebra quando se insinuou que ele não estaria na equipe se seu pai não estivesse bancando sua carreira. Mas acrescentando que seu histórico fala por si mesmo.

Stroll será o piloto mais jovem no grid de largada da próxima temporada. Mas não o mais jovem a largar em uma corrida de F1. Esse posto pertence a Max Verstappen, da Red Bull, que tinha 17 anos e 166 dias de vida quando estreou com a Toro Rosso no Grande Prêmio da Austrália de 2015.

Vettel

O piloto da Ferrari Sebastian Vettel deve escapar de uma grande sanção após pedir desculpas ao diretor de corridas da Fórmula 1. Charlie Whiting, e à FIA pela atuação carregada de palavrões no Grande Prêmio do México.

Uma fonte da FIA disse à agência inglesa de notícias Reuters na terça-feira que o tetracampeão mundial não será intimado a se apresentar em tribunal do órgão. Que realiza audiências de casos disciplinares que não são tratados pelos comissários da corrida.

O tribunal poderia impor qualquer coisa, até mesmo uma suspensão da corrida.

A fonte disse que a FIA irá deixar claro a Vettel, no entanto, que haverá uma resposta dura caso haja outro caso.

Parte de sua raiva tinha Whiting como alvo. Após a direção da corrida não ordenar imediatamente que Max Verstappen, da Red Bull, deixasse Vettel ultrapassar. Após o holandês ganhar vantagem ao ultrapassar os limites da pista, enquanto defendia a terceira posição.

As frases de Vettel foram transmitidas na TV mundialmente no domingo, com os palavrões censurados.

Vettel subiu para terceiro lugar após a corrida e apareceu no pódio. Antes de ser rebaixado para quinto lugar por ação defensiva ilegal contra o companheiro de equipe de Verstappen, Daniel Ricciardo.

O chefe da Red Bull, Chirstian Horner, disse no domingo que esperava algum tipo de punição para Vettel.

– Em qualquer esporte, você não pode abusar do árbitro – disse.

As frases de Vettel foram transmitidas na TV mundialmente no domingo, com os palavrões censurados.

Chances de título de Hamilton ficaram por um fio no México, diz Toto Wolff

A Mercedes chegou perto de destruir as esperanças de título de Lewis Hamilton

Depois que o tricampeão mundial venceu a corrida, o austríaco contou a repórteres sobre a incerteza de chamar o britânico de volta aos boxes ou não quando ele danificou um pneu logo na largada

Por Redação, com Reuters – da Cidade do México:

A Mercedes chegou perto de destruir as esperanças de título de Lewis Hamilton e entregar o campeonato de Fórmula 1 a Nico Rosberg no Grande Prêmio do México no domingo, revelou o chefe da equipe, Toto Wolff.

A Mercedes chegou perto de destruir as esperanças de título de Lewis Hamilton
A Mercedes chegou perto de destruir as esperanças de título de Lewis Hamilton

Depois que o tricampeão mundial venceu a corrida, o austríaco contou a repórteres sobre a incerteza de chamar o britânico de volta aos boxes ou não quando ele danificou um pneu logo na largada.

Se o tivessem feito e Rosberg tivesse vencido a prova, poderiam ter acabado com a disputa entre os dois colegas de Mercedes pelo título.

– Com toda a má sorte que Lewis teve durante a temporada, ele recebeu um pouco (de boa sorte) de volta hoje – disse Wolff.

Hamilton teve um problema com os freios antes da largada e sofreu um travamento na primeira curva, arrastando-se pela grama ao invés de contorná-la.

Vibrações

Isso o deixou com um pneu muito gasto. Provocando vibrações tão fortes que a equipe temeu que a suspensão pudesse quebrar.

– Conversamos bastante pelo rádio para decidir se deveríamos chamá-lo de volta por motivos de segurança – disse Wolff. “Em qualquer outra corrida, teríamos chamado-o de volta e perdido a corrida”.

– Nós o mantivemos na pista para não tirar o campeonato dele. Monitoramos as vibrações em cada curva e cada reta. Nossa equipe fez um trabalho fantástico realmente mantendo as coisas sob controle.  

– E depois o chamamos um pouco cedo, porque a medição de vibrações estava altíssima. E uma falha na suspensão poderia ter acontecido facilmente. Foi o mais cedo que poderíamos tê-lo chamado. Todo o resto teria destruído a corrida.

Hamilton, que fez sua única parada na volta 17, disse aos repórteres que as vibrações estavam tão fortes que ele temeu o pior.

– Eu não sabia se ia conseguir na primeira parada. Honestamente achei que tinha que parar, a vibração era tão grande que eu mal conseguia enxergar – disse.

Rosberg teria sido campeão se tivesse terminado em terceiro e Hamilton não tivesse ficado entre os nove primeiros na chegada. Atualmente o alemão tem uma vantagem de 19 anos faltando duas provas na temporada.

O destino de Hamilton continua fora de suas mãos – Rosberg pode conquistar o campeonato no GP do Brasil. Se vencer a prova, independentemente da colocação do britânico.

Funcionário da Mercedes sofre assalto à mão armada no México

Um membro da equipe da Mercedes na Fórmula 1 foi roubado à mão armada quando chegou ao México para o Grande Prêmio de domingo

O assalto aconteceu na quarta-feira num momento em que o membro da equipe, que não é um funcionário do alto escalão, estava num carro que iria levá-lo do aeroporto para o hotel

Por Redação, com Reuters – da Cidade do México:

 

Um membro da equipe da Mercedes na Fórmula 1 foi roubado à mão armada quando chegou ao México para o Grande Prêmio de domingo, disse um porta-voz da equipe.

Um membro da equipe da Mercedes na Fórmula 1 foi roubado à mão armada quando chegou ao México para o Grande Prêmio de domingo
Um membro da equipe da Mercedes na Fórmula 1 foi roubado à mão armada quando chegou ao México para o Grande Prêmio de domingo

O assalto aconteceu na quarta-feira num momento em que o membro da equipe, que não é um funcionário do alto escalão. Estava num carro que iria levá-lo do aeroporto para o hotel. Tanto ele como o motorista tiveram relógios e carteiras roubados.

Ninguém ficou ferido no incidente. O membro da equipe permaneceu no México para a corrida no circuito de Hermanos Rodriguez. Seu nome não foi divulgado.

Roubos

Roubos de rua são comuns no México e também no Brasil, onde ocorrerá a próxima corrida. Em São Paulo, funcionários da equipe foram rendidos em investidas à mão armada no passado. Quando iam e voltavam do circuito de Interlagos.

A corrida de domingo no México poderá ser decisiva para o título. Com três corridas restantes. O piloto da Mercedes Nico Rosberg tem 26 pontos de vantagem sobre o tricampeão mundial e companheiro de equipe Lewis Hamilton.

 

Hamilton conquista pole position no Grande Prêmio da Malásia

A pole foi a 57ª da carreira de Hamilton e a oitava nesta temporada. Também foi a 51ª pole do time da Mercedes em um total de 54 corridas

Por Redação, com Reuters – de

 

O campeão mundial Lewis Hamilton conquistou a pole position na qualificação para o Grande Prêmio de Fórmula 1 da Malásia, com uma volta neste sábado que foi quase um recorde para o circuito de Sepang.

O campeão mundial Lewis Hamilton conquistou a pole position na qualificação para o Grande Prêmio de Fórmula 1 da Malásia
O campeão mundial Lewis Hamilton conquistou a pole position na qualificação para o Grande Prêmio de Fórmula 1 da Malásia

O britânico percorreu os 5,5 quilômetros de pista em um minuto e 32,850 segundos,  menos de meio segundo de diferença para a volta mais rápida de todos os tempos no circuito, registrada por Fernando Alonso em 2005, em uma tarde quente mas nublada em Sepang.

– Foi um ótimo trabalho feito neste final de semana… o carro estava fantástico. Eu realmente gostei da volta. (Mas) poderia ter sido mais rápido – disse Hamilton a jornalistas.

A pole foi a 57ª da carreira de Hamilton e a oitava nesta temporada. Também foi a 51ª pole do time da Mercedes em um total de 54 corridas. O time alemão começou todas corridas deste ano, menos uma, partindo da pole position.

Nico Rosberg

O colega de equipe de Hamilton, Nico Rosberg, começará junto a ele, em segundo lugar, após uma volta que ficou 0,414 segundos atrás da marca de Hamilton e foi apenas um pouco mais rápida que Max Verstappen, da Red Bull, que largará na terceira colocação.

German Rosberg, que tem uma vantagem de oito pontos sobre Hamilton na classificação geral, liderou a sessão de abertura na sexta-feira, mas não conseguiu acompanhar seu colega de equipe, cometendo erros na última curva em sua volta rápida.

– Eu chegaria mais perto, mas infelizmente cometi um erro na última curva. Algo simplesmente não estava dando certo na última curva – disse o piloto de 31 anos.

Sebastian Vettel, da Ferrari, que venceu a corrida da Malásia no ano passado, largará em quinto lugar, a frente do seu colega de equipe Kimi Raikkonen.

 

Pilotos da Fórmula 1 terão desafio no circuito reformulado do GP da Malásia

As mudanças foram feitas para deixar a superfície da pista mais suave, melhorar a drenagem e fazer com que as curvas fluam melhor

Por Redação, com Reuters – de Londres:

Pilotos experientes como o líder do campeonato da Fórmula 1, Nico Rosberg, e Jenson Button não possuem ideia do que esperar do Grande Prêmio da Malásia, já que o circuito de Sepang foi reformulado para a corrida deste fim de semana.

A pista de 5,5 quilômetros localizada nas redondezas de Kuala Lumpur foi reformada, enquanto o ângulo de algumas de suas 15 curvas também mudaram.

Pilotos da Fórmula 1 terão desafio no circuito reformulado do GP da Malásia
Pilotos da Fórmula 1 terão desafio no circuito reformulado do GP da Malásia

Mudanças

As mudanças foram feitas para deixar a superfície da pista mais suave, melhorar a drenagem e fazer com que as curvas fluam melhor.

Embora o traçado geral continue o mesmo, as mudanças da pista podem alterar drasticamente o controle, as linhas que os pilotos usam nas curvas e a degradação dos pneus, que é sempre uma questão em corridas no calor.

– Pode ser um circuito completamente diferente – disse Button, que irá fazer sua 300a corrida de Grande Prêmio no fim de semana.

– Mas não iremos saber até amanhã.. É bem suave pelo que vi – acrescentou o piloto da McLaren.

Rosberg, que lidera a tabela geral da temporada e busca sua quarta vitória seguida na corrida do fim de semana, acredita que tudo será diferente.

– Precisamos adaptar ao novo asfalto, que nós não sabemos com o que vamos lidar aqui.