Jornalistas do Rio elegem nova diretoria para o triênio 2001/2003

Roteiro das Urnas
Para votar, é preciso ser sindicalizado e estar em dia (até 30/06/2001). A votação para a Comissão de Ética é nominal e os cinco mais votados integrarão a Comissão. Quem quiser colocar em dia a mensalidade para votar, poderá fazê-lo via cobrador ou na sede do Sindicato.

Fixas: Os três dias de votação no mesmo local e horário (das 10h às 22h)
Urna 1, no auditório do Sindicato;
Urna 2, no 7º andar da ABI;
Urna 3, na TV Globo;
Urna 4, no saguão dos elevadores do 6º andar, Jornal do Brasil;
Urna 5, no corredor do 2º andar de O Dia;
Urna 6, no estacionamento do O Globo/ Extra/Valor .
Itinerantes: Urnas 7, 8, 9 e 10 (os dias e horários variam; início 10h e término 22h)

Dia 31/07
Manhã: Tribuna da Imprensa, TVE, Folha Dirigida, Jornal dos Sports, Jornal do Commercio, Rádio Tupy, O Povo, Gazeta Mercantil, Prefeitura do Rio, Globosat, Palácio Guanabara
Tarde: FSB, Editora Abril, Petrobrás, BNDES, Radiobrás, Embratel, TV Bandeirantes, Prefeitura do Rio, Editora Globo; sucursal da Folha de S. Paulo
Noite: Rádio MEC, Monitor Mercantil, TV Record, CNT, SBT

Dia 1/ 08

Manhã: Sistema Globo de Rádio, In Press, Banerjão, Petrobrás, BNDES, TV Record, TV Bandeirante
Tarde: Tribuna da Imprensa, TVE, Folha Dirigida, Jornal dos Sports, Jornal do Commercio, Rádio Tupy, Gazeta Mercantil, Prefeitura do Rio, Globosat, Palácio Guanabara; Alerj
Noite: TV Bandeirante, Rede TV, Revista IstoÉ

Dia 2/08

Manhã: O Povo, Rádio MEC, Embratel, CNT, SBT, TV Bandeirantes, CEG,
Tarde: Sistema Globo de Rádio, Publicom, O Lance!, TV Record, Rede TV!, Banerjão, Câmara Municipal, sucursal da Folha de S. Paulo
Noite: Tribuna da Imprensa, TVE, Folha Dirigida, Jornal dos Sports, Jornal do Commercio, Gazeta Mercantil, Globosat

Obs: as urnas itinerantes poderão ter seus horários e itinerários modificados.

Blair visita o Brasil depois a Argentina

O primeiro-ministro da Grã-Bretanha, Tony Blair, iniciou no domingo pela Jamaica o seu giro pelo Caribe e América do Sul, no que será a primeira visita de um chefe de governo britânico ao Brasil e à Argentina.

Blair, que também vai ao México, desembarcou em Brasília na manhã desta segunda-feira; em seguida, ele vai a São Paulo e, depois, a Foz do Iguaçu, onde se reunirá com os presidentes Fernando Henrique Cardoso e Fernando de la Rúa, da Argentina.

O primeiro-ministro britânico vai atravessar a fronteira para se reunir também em solo argentino, por algumas poucas horas, com Fernando de la Rúa.

Depois de discutir com líderes jamaicanos os problemas que o país vem enfrentando com o tráfico de drogas, Tony Blair embarca para o Brasil, onde chegará acompanhado de um grupo de empresários britânicos.

Parceria comercial

Apesar de Grã-Bretanha e Argentina ainda não terem chegado a uma acordo definitivo em relação às ilhas Malvinas ou Falklands, a assessoria de Blair em Londres garantiu que, assim como no Brasil e no México, os assuntos que o primeiro-ministro vai discutir com o presidente argentino serão de caráter econômico.

Junto com Tony Blair estarão 13 empresários britânicos de diversos setores, entre eles, o petrolífero e o automobilístico.

Em São Paulo, além de se reunir com o governador, Geraldo Alckmin, e com a prefeita, Martha Suplicy, o primeiro-ministro vai se encontrar com empresários locais.

Blair também vai a São José dos Campos visitar a Embraer.

Brizola diz que Malan é o poste do FMI

O presidente do PDT, Leonel Brizola, afirmou que existe um esquema alimentado por forças internacionais capaz de eleger até um poste para a Presidência da República. Esse “poste”, segundo o ex-governador, estaria ligado ao Fundo Monetário Internacional (FMI) e seria o ministro da Fazenda, Pedro Malan.

– Deve haver um círculo rindo de nós. Enquanto buscamos aliança, o poste já está eleito. E o mais indicado é Pedro Malan – disse Brizola.