Protestos e homenagens marcam Dia da Mulher em SP

De acordo com a instituição, o câncer de mama, depois do carcinoma de pele não melanoma, é o mais comum entre as mulheres no Brasil e no mundo

Por Redação, com ABr – de São Paulo:

O Dia Internacional da Mulher, comemorado nesta quarta-feira, foi marcado na capital paulista por diferentes atividades que incluem exames gratuitos de mamografia, mutirão de testagem de HIV, ato simbólico na Bolsa de Valores, premiações, além de protestos e eventos culturais.

O Dia Internacional da Mulher, comemorado nesta quarta-feira, foi marcado na capital paulista por diferentes atividades e protestos
O Dia Internacional da Mulher, comemorado nesta quarta-feira, foi marcado na capital paulista por diferentes atividades e protestos

Das 9h às 16h, mulheres que passarem pelo Terminal Metropolitano do Jabaquara, na Zona Sul da cidade. Puderam participar de um mutirão de teste rápido de HIV. Foram disponibilizados cerca de 400 testes. Cujo resultado sai em 30 minutos. Houve também distribuição de 14 mil preservativos masculinos, 2 mil preservativos femininos e 8 mil sachês de gel lubrificante. A ação é da Secretaria Estadual da Saúde.

Outra ação foi feita pela Escola de Medicina da Universidade Federal de São Paulo. Houve mutirões de mamografia nesta quarta e vai até a próxima sexta-feira. De acordo com a instituição. O câncer de mama, depois do carcinoma de pele não melanoma, é o mais comum entre as mulheres no Brasil e no mundo. A ação é em parceria com a indústria farmacêutica Bayer.

Nesta manhã, a BM&Bovespa soou a campainha que indica a abertura do pregão em apoio à igualdade de gênero. O ato simbólico contou com a participação de representantes da ONU Mulheres no Brasil, Nadine Gasman, da Rede Brasil do Pacto Global da ONU, Beatriz Carneiro, da presidente do Conselho de Administração do Magazine Luiza, Luiza Helena Trajano. Além de representantes da Bovespa.

Protestos

Atos políticos foram marcados para o fim do dia na capital paulista. No vão livre do Museu de Arte de São Paulo (Masp), na Avenida Paulista. Setores espontâneos independentes e coletivos feministas convocaram um ato, pelas redes sociais. Que já conta com mais de 15,7 mil confirmações.

O “8M – Paralisação Internacional das Mulheres SP”, marcado para esta tarde, faz parte de uma mobilização internacional que, segundo a organização, conta com a participação de pelo menos 30 países. Na pauta do protesto, estão temas como a legalização do aborto, a vulnerabilidade social de mulheres negras e a invisibilidade das mulheres lésbicas. Outro ato reuniu mulheres na Praça da Sé, no Centro da capital.

Homenagem

O Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP) homenageou as melhores iniciativas no combate à violência contra a mulher no país. A cerimônia do Selo FBSP de Práticas Inovadoras 2017 ocorreu no Museu da Casa Brasileira.

Foram eleitas 10 iniciativas, entre elas o Núcleo de Estudo e Pesquisa em Violência de Gênero e Núcleo Policial Investigativo do Feminicídio, no Piauí. A Rede de Frente (Rede de Enfrentamento à Violência Doméstica Contra Mulher), de Barras de Garças e Pontal do Araguaia, em Mato Grosso; e a Ronda Maria da Penha para Homens, na Bahia.

Na semana

No próximo domingo, a Fundação Procon-SP, da Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania, participa do evento Mulher ComVida, das 9h às 19h, no Parque do Carmo. O evento é organizado pelo Sindicato dos Comerciários de São Paulo e tem como público mulheres em situação de vulnerabilidade social. Os técnicos do Procon darão esclarecimentos aos consumidores sobre direitos, além de orientações sobre dívidas.

Versão do Habib’s para morte de João Victor é contestada nas redes sociais

Em resposta à versão da empresa publicada no Facebook, usuários fazem referência ao vídeo em que o menino é arrastado por dois funcionários do restaurante de fast food

Por Redação, com RBA – de São Paulo:

Para tentar frear o desgaste de imagem causado pelo envolvimento de dois de seus funcionário na morte do menino João Victor, o Habib’s divulgou no dia anterior pelo Facebook sua versão sobre o ocorrido, na loja da rede na Vila Nova Cachoeirinha, Zona Norte da capital paulista. 

Em reação ao comunicado oficial, internautas continuaram manifestando indignação pelo ocorrido
Em reação ao comunicado oficial, internautas continuaram manifestando indignação pelo ocorrido

Apesar de afirmar que os envolvidos ” foram afastados e deverão responder individualmente pelas suas atitudes”. A rede de fast food segue afirmando que o menino de 13 anos sofreu um “mal súbito”. Teria sido socorrido ainda com vida, e levado à morte devido a um infarto do miocárdio. Enquanto estaria sendo socorrido por uma unidade de resgate da Polícia Militar (PM). 

Para sustentar essas alegações. A empresa afirma que, na guia de encaminhamento do pronto-socorro do Mandaqui. Onde o menino deu entrada já com parada cardiorrespiratória. 

Reação

Em reação ao comunicado oficial, internautas continuaram manifestando indignação pelo ocorrido. Eles classificaram a resposta como “arrogante” e como uma tentativa de “tirar o corpo fora”, e seguem convocando boicote contra a empresa

Segundo eles, a versão oficial entra contradição com vídeo que também circula nas redes sociais e na imprensa, que mostra o menino desacordado sendo brutalmente arrastado pelos dois funcionários.

Ate a manhã desta terça-feira, a postagem somava mais de 2 mil mensagens, amplamente negativas ao Habib’s. Por fim, a empresa afirma que aguarda laudo do Instituto Médico Legal (IML) e que após as apurações finais, “tomará medidas cabíveis e emitirá um novo comunicado”.  

Chuva deixa SP em estado de atenção para alagamentos

A previsão do tempo para os próximos dias é de mais chuva, com a frente fria que se afasta do litoral paulista, mas produz ventos úmidos

Por Redação, com ABr – de São Paulo:

A chuva deixou nesta segunda-feira toda a cidade de São Paulo em estado de atenção para alagamentos, segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE). Os motoristas devem ficar atentos aos alagamentos nas marginais Tietê e Pinheiros.

A chuva deixou nesta segunda-feira toda a cidade de São Paulo em estado de atenção para alagamentos
A chuva deixou nesta segunda-feira toda a cidade de São Paulo em estado de atenção para alagamentos

Áreas de instabilidade na Grande São Paulo avançam sobre a cidade com deslocamento lento. A chuva é moderada nas regiões do Centro, Tremembé, Perus e Jaraguá (Zona Norte). Nas regiões da Vila Leopoldina, Lapa, Rio Pequeno e Butantã (zona oeste). Chuvas mais intensas caem nas regiões de Cangaíba, Ermelino Matarazzo e São Miguel Paulista (zona leste).

As temperaturas oscilam em torno dos 27°C em São Paulo. O aeroporto de Congonhas funcionou normalmente. Apresentando quatro voos atrasados entre meio-dia e 13h, além de quatro voos cancelados desde a sua abertura nesta manhã.

Aeroporto

O aeroporto de Guarulhos também operou normalmente, com dois voos em atraso e nenhum cancelado.

A previsão do tempo para os próximos dias é de mais chuva, com a frente fria que se afasta do litoral paulista, mas produz ventos úmidos que passam a soprar do oceano. A terça-feira terá tempo nublado, chuvas isoladas e garoa, principalmente no início e no fim do dia. Os termômetros devem variar entre 19°C e 26°C.

Pichador terá 3 dias para reparar fachada em SP

Segundo a prefeitura, a determinação é do vice-prefeito e secretário de prefeituras regionais Bruno Covas, que coordena o Programa de Combate a Pichações

Por Redação, com ABr – de São Paulo:

A pessoa que for autuada pichando imóveis na cidade de São Paulo, e não quiser pagar uma multa de até R$ 10 mil, terá 3 dias (72 horas) para recuperar a paisagem urbana. O prazo passa a valer assim que um termo de compromisso for assinado. Segundo a prefeitura, a determinação é do vice-prefeito e secretário de prefeituras regionais Bruno Covas, que coordena o Programa de Combate a Pichações.

A pessoa que for autuada pichando imóveis na cidade de São Paulo, e não quiser pagar uma multa de até R$ 10 mil, terá 3 dias (72 horas) para recuperar a paisagem urbana
A pessoa que for autuada pichando imóveis na cidade de São Paulo, e não quiser pagar uma multa de até R$ 10 mil, terá 3 dias (72 horas) para recuperar a paisagem urbana

A lei Cidade Linda prevê multa de R$ 5 mil para o autor da pichação. Valor que pode chegar até R$ 10 mil se o ato for contra patrimônio público ou bem tombado. Em caso de reincidência, a multa é aplicada em dobro.

A lei previa também que, até a data de vencimento do pagamento da multa. O infrator poderia firmar um Termo de Compromisso de Reparação da Paisagem Urbana.

Mas, por determinação do vice-prefeito. O prazo para a reparação da paisagem urbana foi reduzido para apenas 72 horas, sem relação com o prazo para o vencimento da multa.

Pela lei, para que um pichador não seja multado. Ele pode reparar o bem pichado ou prestar serviço em outra atividade de zeladoria urbana. Ele também pode aderir a um programa educativo para incentivar o desenvolvimento da prática de grafite.

Estudante é detida

Uma estudante de direito, de 26 anos foi a primeira pessoa a ser multada com base na Lei Cidade Linda. Aprovada pela Câmara Municipal e sancionada pelo prefeito João Doria no mês passado. Ela foi detida em flagrante na madrugada de sábado quando pichava o muro de um estacionamento na rua Santo Antonio, no Centro da capital. Além da multa, de caráter administrativo, a estudante vai responder criminalmente por ato de vandalismo.

De acordo com a prefeitura. Entre janeiro e fevereiro deste ano, 70 pessoas foram detidas em flagrante pela Guarda Civil Metropolitana por pichação. Todas elas foram alvos de ações civis públicas movidas pela prefeitura. Que pretende cobrar judicialmente o ressarcimento dos danos. Ao término da ação. Informou a prefeitura, estes pichadores poderão ser multados.

Cresce boicote ao Habib’s pela morte do menino João Victor

No domingo, parentes e amigos de João Victor protestaram em duas lojas da rede de fast food para exigir a punição dos envolvidos

Por Redação, com RBA – de São Paulo:

Indignados com o envolvimento de dois funcionários da rede de fastfood Habib’s na morte do menino João Victor, de 13 anos, no dia 26 de fevereiro, em frente à loja da Vila Nova Cachoeirinha, na Zona Norte de São Paulo, cresce o movimento de internautas que protestam e pedem boicote à empresa. Na mensagem mais difundida, no Facebook e no Twitter, os usuários acusam a rede de racismo, acompanhado do lema “Nenhuma criança a menos”. 

Nas ruas e nas redes, pessoas pedem justiça pela morte do menino João Victor
Nas ruas e nas redes, pessoas pedem justiça pela morte do menino João Victor

Além das mensagens em seus próprios perfis, os internautas inundaram a página institucional do Habib’s, exigindo justiça pela morte do menino. O “vomitaço” virtual também é outra forma de protesto utilizado. A jornalista Hildegard Angel também endossou o boicote. “Que horror a atitude do Habbib’s. Espancarem uma criança frágil provocando sua morte. Corações de ferro. Não passo mais nem na porta. Boicote!”, postou, no Twitter. 

No domingo, familiares e amigos de João Victor, apoiados por movimentos ligados aos direitos humanos, realizaram protesto em frente à loja onde se deu o ocorrido.

Eles caminharam pela avenida Inajar de Souza por cerca de duas horas, interditando duas faixas da via, até chegarem a outra unidade do Habib’s, já na Zona Oeste da capital. Nas duas lojas, o atendimento foi suspenso e os funcionários, dispensados. 

Investigações

João Victor morreu ao sofrer uma parada cardiorrespiratória depois de ser perseguido e arrastado por dois funcionários do restaurante. De acordo com as investigações, o menino pedia dinheiro e alimentos para os clientes do estabelecimento. Em nota, o Habib’s afirmou que a conduta de João Victor ameaçava “o patrimônio físico da loja e dos clientes”.

Foliões aproveitam blocos de carnaval em São Paulo

Segundo a prefeitura, o número de turistas em meio aos foliões do carnaval de rua paulistano subiu de 3% em 2016 para quase 10% neste ano

Por Redação,  com ABr – de São Paulo:

 

Os foliões da capital paulista puderam aproveitar os 43 blocos carnavalescos que desfilaram neste sábado nas regiões de Pinheiros, Vila Mariana e Sé. Entre os destaques da diversão foi o Bloco do Rindo à Toa, que teve concentração na Avenida Brigadeiro Faria Lima, em Pinheiros.

Os foliões da capital paulista puderam aproveitar os 43 blocos carnavalescos que desfilaram neste sábado
Os foliões da capital paulista puderam aproveitar os 43 blocos carnavalescos que desfilaram neste sábado

No domingo, mais 31 blocos desfilam pela cidade. Incluindo o mais esperado, Pipoca da Rainha,  que traz a cantora Daniela Mercury, às 16h, na Rua da Consolação. Cruzamento com a Avenida Paulista. A folia só termina no dia 11. Com a reunião dos blocos Ritaleena, Esfarrapados, Nóis Trupica Mais Não Cai. Entre outros, na Praça do Patriarca, a partir do meio-dia.

Blocos

Desde o último dia 17, desfilaram 328 blocos carnavalescos em São Paulo. Fortalecendo o carnaval de rua no município.

Segundo a prefeitura, o número de turistas em meio aos foliões do carnaval de rua paulistano subiu de 3% em 2016 para quase 10% neste ano. No Sambódromo, o percentual de turistas passou de 7% para 20% do público total.

 

SP: Mancha Alvi Verde suspende atividades após assassinato de fundador

O assassinato ocorreu quando três carros abordaram Moacir, que estava parado em um semáforo. Um homem desceu do veículo e disparou contra ele

Por Redação, com ABr – de São Paulo:

A Mancha Alvi Verde (antiga Mancha Verde), torcida organizada do Palmeiras, anunciou a suspensão das atividades por tempo indeterminado após o assassinato de seu fundador, Moacir Bianchi. Ele morreu atingido por disparos de arma de fogo na zona sul da capital paulista.

Na página da Mancha Alvi Verde no Facebook foi publicada uma homenagem a Moacir
Na página da Mancha Alvi Verde no Facebook foi publicada uma homenagem a Moacir

Segundo o boletim de ocorrência, a vítima foi encontrada à 1h42 de quinta-feira, no interior de um carro preto, na Avenida Presidente Wilson. O assassinato ocorreu quando três carros abordaram Moacir, que estava parado em um semáforo.

Violência

Um homem desceu do veículo e disparou contra ele. O Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) investiga o caso.

Na página da Mancha Alvi Verde no Facebook foi publicada uma homenagem a Moacir. “Uma pessoa que tanto lutou para que a Mancha Verde pudesse se tornar uma grande torcida e para que a torcida do Palmeiras fosse respeitada. Moacir fez da Mancha Verde a sua vida. Seu nome está escrito em nossa história e jamais será apagado”, diz o texto.

Integrantes do MTST fazem manifestação em São Paulo

Os manifestantes atearam fogo a pneus e bloquearam a Avenida do Estado em ambos os sentidos. A Tropa de Choque foi acionada

Por Redação, com ABr – de São Paulo:

Aproximadamente 100 integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) fizeram um protesto na manhã desta quinta-feira na região central da cidade de São Paulo. De acordo com a Polícia Militar, o grupo reivindica moradias.

Aproximadamente 100 integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) fizeram um protesto na manhã desta quinta-feira
Aproximadamente 100 integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) fizeram um protesto na manhã desta quinta-feira

Os manifestantes atearam fogo a pneus e bloquearam a Avenida do Estado em ambos os sentidos. A Tropa de Choque foi acionada. O Corpo de Bombeiros trabalhava, às 7h30, no rescaldo dos objetos incendiados.

A interdição provocou trânsito intenso na altura da Rua São Caetano e os veículos são desviados por agentes de trânsito para a Avenida Mercúrio.

Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), o município registrou 45 quilômetros de congestionamento, sendo a maior parte (19 quilômetros) na Zona Oeste.

Sem -terra

Cerca de 300 militantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e ao Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA) ocuparam, na manhã do último domingo, a Fazenda Mattei. A propriedade fica na comunidade Arvoredo, município de Pontão, no norte do Rio Grande do Sul. O objetivo dos sem-terra é denunciar a concentração e a suposta grilagem de terra no local, de acordo com os movimentos.

Os organizadores da ação dizem que a área tem aproximadamente 600 hectares. Mas o proprietário, Jair Mattei, teria declarado, para efeito fiscal em 2016, somente 185 hectares à Receita Pública Estadual da Secretaria da Fazenda.

Sem-terra acampados

— Mattei declara uma produção dez vezes maior do que suporta a propriedade escriturada. (Basta verificar) a realidade da produtividade da região — diz o agricultor Gerônimo Silva.

Os participantes da mobilização cobram dos responsáveis a investigação da produtividade da área. Querem, ainda, que seja apurada a suposta prática de grilagem de terra.

Trens colidem e pessoas ficam feridas em São Paulo

O Corpo de Bombeiros socorreu seis pessoas que ficaram feridas sem gravidade. Três foram atendidas no local e três foram encaminhadas para pronto-socorros próximos

Por Redação, com ABr – de São Paulo:

 

Dois trens da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) colidiram nesta quinta-feira na cidade de Barueri por volta das 8h. Segundo a assessoria de imprensa, a maquinista de um dos veículos sofreu um mal súbito e não conseguiu frear a tempo de evitar a batida no outro.

Dois trens da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) colidiram nesta quinta-feira na cidade de Barueri
Dois trens da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) colidiram nesta quinta-feira na cidade de Barueri

O Corpo de Bombeiros socorreu seis pessoas que ficaram feridas sem gravidade. Três foram atendidas no local e três foram encaminhadas para pronto-socorros próximos.

O acidente ocorreu na Estação Barueri, onde existem quatro vias, e a CPTM informou que a operação não foi prejudicada.

Acidentes

O número de acidentes e problemas técnicos do sistema têm aumentado.

No mês passado, foram registrados três descarrilamentos na capital paulista. No dia 23, um trem saiu dos trilhos na Linha 12 – Safira. No dia 21, um trem da Linha 5 – Lilás descarrilou na zona sul da capital. No último dia 7, um trem descarrilou na Linha 3 – Vermelha, nas proximidades da Estação Corinthians-Itaquera, Zona Leste.

Número de turistas triplica no carnaval de rua em SP

No carnaval de rua, as parciais mostram que 77,6% das pessoas disseram que a organização melhorou, ou melhorou muito

Por Redação, com ABr – de São Paulo:

O crescimento do Carnaval superou as expectativas da São Paulo Turismo (SPTuris). O aumento no número de turistas no Sambódromo do Anhembi foi 167% (passando de 7 para 20% do público) e no carnaval de rua já marca 203% (indo de 3% para quase 10% dos foliões). A estimativa de aumento inicial girava em torno de 30%.

O levantamento foi feito pelo Observatório de Turismo e Eventos, núcleo de estudos e pesquisas da SPTuris. No Sambódromo foram entrevistadas mais de 1,1 mil pessoas nos dias 24 e 25 de fevereiro. Nas ruas da cidade, as entrevistas foram feitas com mais de 900 pessoas. Mas o levantamento segue até o dia 5 de março, quando termina os desfiles de blocos. Para ambas as pesquisas, o nível de confiança é 95% e a margem de erro é dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Os paulistanos também hospedaram mais parentes e amigos em suas casas para curtir o carnaval: o crescimento foi 890% entre os que estiveram no sambódromo e 388% entre os foliões dos blocos. Os turistas estrangeiros representaram cerca de 1% do público de outros países, o mesmo de 2016.

Dinheiro

E os turistas também deixaram mais dinheiro na cidade. Com permanência de três dias, o gasto médio em 2016 foi R$ 617. Em  2017 o turista gastou R$ 957 em três dias. O aumento foi 55,1% em relação ao carnaval do ano passado.

Em 2016, apenas 2% dos entrevistados que estavam no sambódromo disseram que iriam a outros eventos. Na pesquisa deste ano, 57% dos entrevistados falaram que curtiriam o carnaval além do sambódromo. Desses, 33% afirmaram que iriam para os blocos de rua.

No carnaval de rua, as parciais mostram que 77,6% das pessoas disseram que a organização melhorou, ou melhorou muito. No sambódromo, a organização foi considerada melhor em relação ao ano anterior por 76,2% dos entrevistados.