Japão irá vetar interessados em venda de unidade de chips da Toshiba

O governo usaria as leis cambiais e de comércio exterior do Japão para controlar o leilão, se necessário, disse uma das fontes

Por Redação, com Reuters  – de Tóquio:

O governo japonês, preocupado com o futuro da unidade de chips de memória da Toshiba, está preparado para bloquear uma venda a interessados que sejam considerados um risco para a segurança nacional, disseram fontes, uma posição que dá aos Estados Unidos uma vantagem importante.

O governo usaria as leis cambiais e de comércio exterior do Japão para controlar o leilão
O governo usaria as leis cambiais e de comércio exterior do Japão para controlar o leilão

O governo usaria as leis cambiais e de comércio exterior do Japão para controlar o leilão, se necessário. Disse uma das fontes. As fontes estão diretamente envolvidas no processo de venda. Mas pediram para não ser identificadas porque as informações não são públicas.

Estados Unidos

– Os Estados Unidos são o único parceiro viável do ponto de vista da segurança nacional do Japão – disse outra fonte. Observando que chips de ponta estão no centro da robótica, inteligência artificial e dispositivos conectados.

Com a intenção de compensar uma baixa contábil por vir de US$ 6,3 bilhões para sua unidade nuclear norte-americana Westinghouse. E criar uma proteção para futuras perdas potenciais, a Toshiba está se apressando para vender a maior parte ou mesmo a totalidade da unidade. O segundo maior produtor de chips NAND do mundo – que está avaliada em pelo menos US$ 13 bilhões.

Fundo de Buffett compra lote milionário de ações da Apple

Buffett disse que a Apple tem feito um bom trabalho e, por isso, eleva sua participação na companhia

O presidente-executivo da Apple, Tim Cook, fez um “ótimo trabalho” na Apple, disse o multibilionário Buffett, durante entrevista à rede CNBC

 

Por Redação, com agências internacionais – de Nova York, EUA

 

Warren Buffett, chairman da Berkshire Hathaway Inc, disse à rede norte-americana de TV CNBC, nesta segunda-feira, que seu conglomerado havia comprado cerca de 120 milhões de ações da Apple Inc. em 2017. Disse, ainda, que as ações norte-americanas não estavam em uma “bolha”.

Buffett disse que a Apple tem feito um bom trabalho e, por isso, eleva sua participação na companhia
Buffett disse que a Apple tem feito um bom trabalho e, por isso, eleva sua participação na companhia

— A Apple me parece ter um produto bastante atraente — disse Buffett. Ele disse que a participação da Berkshire na Apple agora valia cerca de US$ 17 bilhões e somava 133 milhões de ações.

O presidente-executivo da companhia, Tim Cook, fez um “ótimo trabalho”, disse Buffett. Mas acrescentou que não havia comprado ações desde o relatório de lucros da empresa.

Buffett, que disse à rede de televisão a cabo que a Berkshire gastou cerca de US$ 20 bilhões em ações. A compra foi iniciada pouco antes da eleição dos EUA, de 8 de novembro. Ele também disse que o mercado de ações no país estava barato, com as taxas de juros nos níveis atuais.

Buffett disse que era extremamente difícil tentar encontrar um piso nos preços das ações e que ele não sabia o que aconteceria no curto prazo no mercado. Ele disse que ações norte-americanas poderiam “cair 20% amanhã”.

Nokia faz oferta de 347 milhões de euros pela Comptel

A Nokia e suas rivais, incluindo a sueca Ericsson e a chinesa Huawei, vêm enfrentando dificuldades, uma vez que a demanda por equipamentos de banda larga móvel 4G

Por Redação, com Reuters – de Helsinque/Tóquio:

A fabricante finlandesa de equipamentos de telecomunicações Nokia informou nesta quinta-feira que pretende comprar a Comptel por cerca de 347 milhões de euros para expandir a divisão de serviços de software.

A fabricante finlandesa de equipamentos de telecomunicações Nokia informou nesta quinta-feira que pretende comprar a Comptel
A fabricante finlandesa de equipamentos de telecomunicações Nokia informou nesta quinta-feira que pretende comprar a Comptel

A Nokia e suas rivais, incluindo a sueca Ericsson e a chinesa Huawei, vêm enfrentando dificuldades, uma vez que a demanda por equipamentos de banda larga móvel 4G atingiu o pico e a transição para a próxima geração 5G ainda está anos distante.

A Nokia disse que seus clientes agora estão se voltando para softwares, a fim de tornarem suas redes mais inteligentes.

– A aquisição planejada é parte da estratégia da Nokia de construir um negócio autônomo de software em escala. Expandindo e fortalecendo seu portfólio. As capacidades com vendas adicionais e uma rede estratégica de parceiros – afirmou a empresa finlandesa em comunicado.

A proposta da Nokia é de 3,04 euros por ação, em dinheiro, o que representa um prêmio de 29 %  em relação ao último preço de fechamento da Comptel.

A Comptel, cujas vendas somaram cerca de 100 milhões de euros em 2016. Disse que o diretoria executiva e os acionistas que detêm cerca de 48 %  dos papéis apoiaram a oferta.

No ano passado, a Nokia comprou o grupo franco-americano Alcatel-Lucent em um acordo de 15,6 bilhões de euros.

Toshiba

A Toshiba recebeu ofertas que vão de 200 bilhões a 400 bilhões de ienes (US$ 1,8 bilhão a US$ 3,6 bilhões) por uma fatia de 19,9 %  na divisão de chips de memória flash. Disse nesta quinta-feira à Reuters uma pessoa diretamente envolvida nas negociações.

O conglomerado japonês busca levantar cerca de 300 bilhões de ienes com a venda. Acrescentou a fonte, que pediu para não ser identificada porque não estava autorizada a falar com a mídia.

O negócio ajudaria a Toshiba a compensar uma baixa contábil multibilionária em sua divisão de energia nuclear nos Estados Unidos. Que investidores temem que poderia comprometer o patrimônio dos acionistas.

Entre os interessados pela unidade de chips de memória flash da Toshiba estão rivais como a SK Hynix e a Micron Technology. A empresa de armazenamento de dados Western Digital e investidores financeiros como a Bain Capital. Afirmaram fontes à agência inglesa de notícias Reuters no início desta semana.

A Toshiba deve favorecer ofertas de fundos de investimento porque conseguiria concluir o acordo mais rápido do que com pares da indústria. Que podem ter que buscar aprovação de órgãos reguladores antes da aquisição. Acrescentou outra fonte familiarizada com o assunto.

Um executivo da Toshiba disse que a empresa vai considerar não só o preço da oferta como também outras condições. Uma porta-voz do grupo japonês disse que a empresa não poderia comentar especificamente sobre o processo de venda.

As ações da Toshiba caíram 6,7 %  na Bolsa de Tóquio na quinta-feira.

Gigantes da indústria norte-americana criticam decreto contra imigrantes

O presidente-executivo da Apple, Tim Cook,

O diretor-executivo do serviço de transporte privado urbano Uber, Travis Kalanick, também expressou sua preocupação com a política do presidente Trump contra imigrantes

 

Por Redação, com agências internacionais – de Nova York, EUA

 

Presidentes de uma série de grandes empresas norte-americanas aderiram à crítica em relação ao novo decreto do presidente recém-empossado, Donald Trump, que suspende a entrada de todos os refugiados, comunica o portal Mashable.

O presidente-executivo da Apple, Tim Cook,
O presidente-executivo da Apple, Tim Cook, criticou a política contra imigrantes adotada por Trump

“Apple não sobreviveria sem imigrantes, sem falar da prosperidade ou desenvolvimento que temos hoje em dia”, diz a edição, citando o chefe da multinacional Apple, Tim Cook.

O empresário assinalou que o decreto de Trump afetou alguns dos seus colaboradores de modo direto e que a empresa fará todo o possível para ajudá-los. Segundo disse o CEO da Apple, citado pelo Mashable, a corporação já entrou em contato com a Casa Branca e tentou explicar até que ponto será negativo o impacto que este documento terá na sociedade.

O diretor-executivo do serviço de transporte privado urbano Uber, Travis Kalanick, também expressou sua preocupação com a política do presidente e afirmou que seus funcionários também foram atingidos por este golpe. De acordo com ele, o decreto afetou “milhares de motoristas”.

Imigrantes bem-vindos

Os diretores da Netflix, provedora global de filmes e seriados de televisão via streaming, Reed Hastings, e o chefe do Twitter, Jack Dorsey, expressaram solidariedade com essa crítica e disseram que suas empresas obtiveram mais sucesso graças ao fato de lá trabalharem imigrantes. Dorsey frisou que o novo decreto prejudica a economia.

Mais cedo, o fundador da rede social Facebook, Mark Zuckerberg, realçou que “os EUA são uma nação de migrantes” e que as pessoas devem ter orgulho nisso.

A suspensão do acolhimento vigora pelo menos durante os próximos 120 dias, enquanto a aceitação de refugiados da Síria fica proibida por tempo indeterminado. Além disso, são endurecidas as regras de entrada no país, enquanto a entrada a partir de vários países de maioria muçulmana é suspensa por 90 dias. Segundo comunica a agência inglesa de notícias Reuters, trata-se do Iraque, Irã, Síria, Sudão, Iêmen, Líbia e Somália.

Samsung diz que baterias causaram fogo em Galaxy Note 7

Após uma investigação de meses, a maior fabricante de celulares inteligentes do mundo afirmou que baterias defeituosas de dois fornecedores foram as responsáveis pelos casos de fogo no Note 7

Por Redação, com Reuters– de Seul:

A Samsung indicou nesta segunda-feira que a chegada da nova versão do celular Galaxy S pode ser adiada diante de esforços para melhorar a segurança de seus produtos, depois que o modelo Note 7 foi descontinuado por casos de fogo no aparelho.

A Samsung informou também nesta segunda-feira que ainda não decidiu se irá reusar partes dos Note 7s recolhidos ou se vai revender os aparelhos
A Samsung informou também nesta segunda-feira que ainda não decidiu se irá reusar partes dos Note 7s recolhidos ou se vai revender os aparelhos

Após uma investigação de meses. A maior fabricante de celulares inteligentes do mundo afirmou que baterias defeituosas de dois fornecedores foram as responsáveis pelos casos de fogo no Note 7. Que custaram à companhia sul-coreana US$ 5,3 bilhões em lucro operacional.

O diretor da divisão de dispositivos móveis da Samsung, Koh Dong-jin. Afirmou que procedimentos foram adotados para evitar a repetição dos problemas no Note 7. A companhia se prepara para o lançamento do Galaxy S8. O primeiro produto premium da companhia desde o recall global do Note 7 em outubro, menos de dois meses depois do lançamento.

– As lições deste incidente estão profundamente refletidas em nossa culturua e processos – disse o executivo a jornalistas. “A Samsung está trabalhando duro para recuperar a confiança dos consumidores.”

Koh disse que o Galaxy S8 não será lançado durante a feira mundial de telefonia móvel marcada para Barcelona que começa em 27 de fevereiro. O evento é um local tradicional de lançamentos da série S da Samsung. Ele não comentou quando a companhia planeja lançar o aparelho. Embora analistas do setor esperem que as vendas do produto comecem até abril.

A Samsung informou também nesta segunda-feira que ainda não decidiu se irá reusar partes dos Note 7s recolhidos. Ou se vai revender os aparelhos. Uma fonte com conhecimento do assunto disse à agência inglesa de notícais Reuters que a revenda de alguns Note 7 como aparelhos remanufaturados é uma opção.

A companhia afirmou que recolheu 96 % dos 3,06 milhões de Note 7s vendidos aos consumidores.

Curto-circuito

Investigações de especialistas internos e externos excluíram problemas com o hardware ou o software do Note 7. Em vez disso, afirmaram que as baterias do aparelho, vindas de dois fornecedores. Tinham defeitos diferentes de produção ou falhas de projeto que causaram curtos-circuitos.

– As chances de dois fornecedorees diferentes terem problemas com o mesmo aparelho é extremamente baixa. Isso pode ser um sinal de que nós atingimos um ponto de inflexão na tecnologia de baterias dos smartphones – disse Patrick Moorhead, presidente da empresa de análise de mercado Moor Insights & Strategy.

A Samsung não informou os nomes dos fornecedores das baterias nesta segunda-feira. Mas anteriormente tinha citado a afiliada Samsung SDI e a chinesa Amperex Technology. A SDI afirmou que vai investir US$ 129 milhões para melhorar a segurança dos produtos. E espera continuar sendo fornecedora da Samsung. A companhia chinesa não comentou o assunto.

A Samsung afirmou que aceitou a responsabilidade e não vai tomar ações legais contra as fornecedoras. A empresa promovia tempo de uso mais longo do bateria e carregamento mais rápido como grandes melhorias quando lançou o Note 7.

Nintendo anuncia lançamento de Super Mario Run para março

Super Mario Run representa uma entrada tardia da Nintendo nos jogos para dispositivos móveis, depois de restringir seu personagem mais popular a seus próprios consoles

Por Redação, com Reuters – de Tóquio:

A Nintendo anunciou que lançará uma versão para Android do jogo para celular Super Mario Run em março, após o lançamento do aplicativo para o iPhone, da Apple, em dezembro.

A Nintendo anunciou que lançará uma versão para Android do jogo para celular Super Mario Run em março
A Nintendo anunciou que lançará uma versão para Android do jogo para celular Super Mario Run em março

A empresa japonesa anunciou o lançamento planejado em sua conta no Twitter.

Super Mario Run representa uma entrada tardia da Nintendo nos jogos para dispositivos móveis. Depois de restringir seu personagem mais popular a seus próprios consoles.

Depois do lançamento do jogo em 15 de dezembro. Os downloads chegaram a um recorde de 40 milhões em apenas quatro dias.

Versão para Android

Ao lançar uma versão para Android, a Nintendo pode alcançar um grupo muito maior de jogadores em potencial. Mais de quatro de cada cinco smartphones lançados em 2016 usam o sistema operacional Android. De acordo com a empresa de pesquisa de mercado IDC.

Analistas, entretanto, observam que até agora menos de uma em cada 10 pessoas que baixaram o Super Mario Run gratuitamente concordaram em pagar os US$ 9,99 para desbloquear todos os recursos do jogo.

Coreia do Sul rejeita pedido de prisão para chefe da Samsung

Mas a liberdade de Jay Y. Lee, de 48 anos, pode ser apenas temporária, à medida que a procuradoria especial disse que irá insistir com as investigações

Por Redação, com Reuters – de Seul:

Um tribunal da Coreia do Sul rejeitou nesta quinta-feira um pedido de prisão para o chefe do Samsung, maior conglomerado empresarial do país, por suspeita de envolvimento em um escândalo de corrupção que levou ao afastamento da presidente do país, Park Geun-hye, pelo Parlamento.

Aliberdade de Jay Y. Lee, de 48 anos, pode ser apenas temporária
Aliberdade de Jay Y. Lee, de 48 anos, pode ser apenas temporária

Mas a liberdade de Jay Y. Lee, de 48 anos, pode ser apenas temporária, à medida que a procuradoria especial disse que irá insistir com as investigações.

Lee, que comanda a Samsung desde que seu pai, Lee Kun-hee, sofreu um ataque cardíaco em 2014. Ainda enfrenta as mesmas acusações de pagamento de propina, peculato e perjúrio. Segundo analistas legais, mesmo que não esteja detido.

Lee deixou o Centro de Detenção de Seul com uma bolsa de compras branca e entrou em um carro sem falar com repórteres. Após ficar detido durante a noite enquanto o tribunal deliberava sobre o pedido de prisão.

Investigação

A procuradoria especial disse que continuará sua investigação. Mas não decidiu se irá pedir outro mandado de prisão. E que o contratempo não irá alterar os planos das investigações.

Lee é um dos suspeitos de envolvimento no esquema de corrupção pelo suposto pagamento pela Samsung de 30 bilhões de wons (US$ 25,3 milhões). Para uma empresa e fundações apoiadas por uma amiga pessoal da presidente Park. Em troca de receber permissão para uma fusão entre duas unidades do conglomerado em 2015.

Park teve o impeachment aprovado pelo Parlamento e agora aguarda decisão da Suprema Corte do país sobre o processo de impedimento.

Contas de telefone ficam mais caras após mudança no ICMS

Decisão do Supremo Tribunal Federal determinou que as empresas de telefonia fixa e móvel recolham o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços sobre o valor da assinatura básica mensal

De acordo com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), não se trata de aumento de tarifa ou preço de serviços

Por Redação, com ABr – de Brasília:

 

O ano começou com aumento no custo da telefonia em todo o país. Decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) determinou que as empresas de telefonia fixa e móvel recolham o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre o valor da assinatura básica mensal. Os valores variam de acordo com o estado e o tipo de plano oferecido pelas operadoras. As empresas de telefonia que ainda não recolhiam o imposto estão comunicando aos clientes o reajuste dos planos.

Decisão do Supremo Tribunal Federal determinou que as empresas de telefonia fixa e móvel recolham o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços sobre o valor da assinatura básica mensal
Decisão do Supremo Tribunal Federal determinou que as empresas de telefonia fixa e móvel recolham o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços sobre o valor da assinatura básica mensal

De acordo com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), não se trata de aumento de tarifa ou preço de serviços. Em nota, a agência reguladora esclarece que o reajuste dos planos básicos das concessionárias de telefonia. Ocorre anualmente e é homologado sem o acréscimo de impostos. O último reajuste aprovado pela Anatel foi em setembro de 2016.

O valor recolhido pelas operadoras com o imposto é repassado aos Estados. A cobrança do ICMS é feita conforme regras definidas pelas secretarias de Fazenda estaduais. Definem a alíquota de ICMS que incidirá sobre os serviços de telecomunicações.

Segundo o SindiTelebrasil. As prestadoras de telecomunicações apenas recolhem os tributos cobrados sobre os serviços e repassam integralmente aos cofres públicos.

– Nesse sentido, as prestadoras cumprem decisão da Justiça e dos governos estaduais, que definem as alíquotas a serem aplicadas. Cada prestadora está seguindo uma agenda adequada para informar aos clientes sobre a incidência do ICMS. Só no ano passado, foram recolhidos aos cofres estaduais R$ 34 bilhões de ICMS sobre serviços de telecomunicações – diz a entidade em nota.

De acordo com o SindiTelebrasil, a carga tributária do país é uma das maiores do mundo e representa cerca de 50% da conta dos serviços.

Segundo a Anatel, a cobrança do ICMS é obrigatória pelas empresas prestadoras de serviço de telecomunicações. O acréscimo é repassado aos consumidores, independentemente do plano adquirido.

STF

A questão chegou ao Supremo Tribunal Federal (STF). Por meio de um recurso do governo do Rio Grande do Sul, que recorreu de decisão da Justiça gaúcha. No julgamento, o Tribunal de Justiça entendeu que o serviço de assinatura básica oferecido pelas operadoras aos consumidores não pode sofrer incidência do ICMS por tratar-se de um serviço complementar.

Por 7  votos a 2, seguindo voto do relator, ministro Teori Zavascki. O STF entendeu que a assinatura básica faz parte da prestação do serviço de telefonia e, dessa forma, o imposto deve ser cobrado.

Vendas de chips e telas devem guiar lucro da Samsung

As ações da Samsung atingiram um recorde na terça-feira

Mas investidores estão apostando que as vendas de chips de memória e de telas de tecnologia de diodo orgânico emissor de luz (Oled) para smartphones vão se traduzir em resultados fortes

Por Redação, com Reuters – de Seul/Frankfurt:

A Samsung Electronics deverá provavelmente divulgar na sexta-feira sua maior expectativa de resultado trimestral em quase três anos, afirmam analistas, que citam vendas de chips de memória minimizando o impacto da descontinuação do celular Galaxy Note 7.

As ações da Samsung atingiram um recorde na terça-feira
As ações da Samsung atingiram um recorde na terça-feira

A companhia finalizou as vendas do aparelho depois que alguns deles pegaram fogo. O que fez a empresa anunciar impacto de US$ 2,1 bilhões no lucro do quatro trimestre por causa das despesas com o recall global do produto e vendas perdidas.

Mas investidores estão apostando que as vendas de chips de memória e de telas de tecnologia de diodo orgânico emissor de luz (Oled) para smartphones vão se traduzir em resultados fortes para o período de outubro a dezembro e também ao longo de 2017.

A expectativa é de segunda alta consecutiva no lucro operacional trimestral da Samsung. Para 8,4 trilhões de wons (US$ 7 bilhões). Segundo dados recolhidos junto a 15 analistas pela Thomson Reuters StarMine SmartEstimate. O montante representa aumento de 37 % sobre o resultado de um ano antes e melhor desempenho desde o primeiro trimestre de 2014.

– Acreditamos que os negócios da Samsung com chips de memória vão representar 50 % do lucro operacional total no quarto trimestre – disse a Daiwa em relatório.

As ações da Samsung atingiram um recorde na terça-feira. Acumularam em 2016 valorização de 43 %. Maior ganho anual desde 2012, o que indica que investidores não esperam um forte impacto nos resultados do grupo. Por conta do envolvimento do nome da empresa em um crescente escândalo político na Coreia do Sul.

Intel

A fabricante de chips Intel vai assumir uma participação de 15 % na empresa alemã de mapeamento digital HERE. Informou a companhia norte-americana na terça-feira. Enquanto busca estabelecer sua presença na tecnologia de condução automatizada.

Um documento enviado ao escritório alemão de defesa da concorrência na terça-feira mostrou que a Intel pediu aval para comprar uma participação na empresa. Ela é controlada pelas montadoras alemãs Daimler, BMW e Volkswagen.

A Intel e a HERE afirmaram em comunicado que também assinaram um acordo. Para colaborar na pesquisa e desenvolvimento de atualizações em tempo real de mapas de alta definição (HD). Para condução altamente automatizada.

A Intel não divulgou quanto vai pagar pela participação. Mas disse que a transação deve ser concluída no primeiro trimestre.

O negócio destaca uma mudança na dinâmica de pesquisa e desenvolvimento na indústria automobilística. Até recentemente viu montadoras em grande parte ditando como os fornecedores deveria fabricar suas tecnologias proprietárias em volumes e preços especificos.

Agora, os fabricantes de automóveis estão cada vez mais fechando parcerias com empresas de tecnologia que usam padrões de tecnologia aberta. Buscando aproveitar sua expertise em áreas como a aprendizagem de máquinas e mapeamento. Enquanto competem com empresas do Vale do Silício. Como Google, Tesla e Apple para desenvolver veículos sem condutores.

No mês passado. Duas empresas chinesas e o fundo de capital soberano de Cingapura GIC anunciaram acordo para comprar uma fatia de 10 % na HERE. Em julho a BMW se uniu à Intel e à Mobileye. Para desenvolver carros com direção autônoma até 2021.

A BMW, Daimler e Volkswagen compraram a HERE por 2,8 bilhões de euros em 2015 da fabricante de dispositivos móveis Nokia, da Finlândia.