Exército do Iraque avança do sudeste rumo ao centro de Mossul

A guerra urbana intensa freou os avanços dos Serviços de Contraterrorismo, uma unidade de elite do Exército, no leste e da Nona Divisão Blindada do Exército no sudeste da localidade

Por Redação, com Reuters – de Bagdá:

Unidades do Exército do Iraque iniciaram um novo ataque ao sudeste de Mossul nesta terça-feira, e um comandante veterano disse que uma divisão blindada está a menos de 1,5 quilômetro do rio Tigre, que atravessa o centro da cidade.

Unidades do Exército do Iraque iniciaram um novo ataque ao sudeste de Mossul
Unidades do Exército do Iraque iniciaram um novo ataque ao sudeste de Mossul

A televisão iraquiana citou o tenente-general Abdul Ameer Rasheed Yarallah, que comanda as operações. Dizendo que os soldados entraram no Hospital Salam, no bairro de Wahda. Situado no sudeste e próximo do rio.

Um coronel do Exército disse à agência inglesa de notícias Reuters que a ofensiva, apoiada por reforços recém-chegados e iniciada às 6h locais desta terça-feira. Almeja derrotar militantes do Estado Islâmico que vêm realizando contra-ataques ferozes contra o Exército no leste da cidade.

A guerra urbana intensa freou os avanços dos Serviços de Contraterrorismo, uma unidade de elite do Exército, no leste e da Nona Divisão Blindada do Exército no sudeste da localidade.

– Estamos usando uma nova tática, aumentar o número de forças em avanço. Também atacar de frentes múltiplas para tomar a iniciativa, Evitar que os combatentes do Daesh (Estado Islâmico) organizem qualquer contra-ataque – disse o coronel por telefone.

As tropas são parte de uma coalizão ocidental de 100 mil soldados do Iraque, forças de segurança. Combatentes curdos peshmerga e forças paramilitares majoritariamente xiitas que lançaram o ataque ao bastião do Estado Islâmico no Iraque sete semanas atrás.

Apoiadores

Um recém-apresentado porta-voz do Estado Islâmico pediu a simpatizantes ao redor do mundo para realizar uma nova onda de ataques. Especificando interesses diplomáticos, militares e financeiros turcos como os alvos preferidos dos militantes.

Abi al-Hassan al-Muhajer, cujo papel como porta-voz do grupo foi revelado pela primeira vez na segunda-feira. Também afirmou aos combatentes do Estado Islâmico para se manterem firmes na cidade de Tal Afar. Onde eles são ameaçados por forças iraquianas que avançam para a cidade de Mossul, o principal reduto do grupo no Iraque.

Numa mensagem online desafiadora. Muhajer descreveu as perdas militares dos Estado Islâmico neste ano como reveses. Ele disse que várias forças no Iraque e na Síria haviam fracassado na ação para derrotar os jihadistas.

Ele declarou que os apoiadores do Estado Islâmico iriam atacar “o secular e apóstata governo turco. Em cada estabelecimento de segurança, militar, econômico e de mídia. Incluindo cada embaixada e consulado representando o país em todos os países do mundo”.

– Destruam os veículos deles. Os ataquem em seus abrigos para que eles possam sentir parte da sua desgraça, e não pensem em fugir – afirmou Muhajer numa gravação de áudio veiculada online.

Ele fez um chamado para que os apoiadores do Estado Islâmico “redobrem esforços e intensifiquem as suas operações” ao redor do mundo.

Não foi possível de  imediato verificar a autenticidade da gravação.