Forças do Iraque avançam em Mossul

Os avanços das forças de elite do leste e nordeste da cidade ganharam ímpeto em uma nova ofensiva desde a virada do ano

Por Redação, com Reuters – de Mossul/Cabul:

As forças iraquianas conseguiram entrar em mais dois bairros do sudeste de Mossul, mas os avanços estão sendo limitados pela tática do Estado Islâmico de usar civis como cobertura, disse um porta-voz dos militares nesta terça-feira.

As forças iraquianas conseguiram entrar em mais dois bairros do sudeste de Mossul
As forças iraquianas conseguiram entrar em mais dois bairros do sudeste de Mossul

A Organização das Nações Unidas disse que o número de vítimas civis aumentou em hospitais próximos nas duas últimas semanas, à medida que os combates se intensificaram no último importante reduto dos militantes no Iraque.

Os avanços das forças de elite do leste e nordeste da cidade ganharam ímpeto em uma nova ofensiva desde a virada do ano. As forças apoiadas pelos Estados Unidos conseguiram pela primeira vez chegar ao rio Tigre, que divide a cidade.

Mas os combates em bairros do sudeste têm sido duros.

– O desafio é que eles (Estado Islâmico) estão escondidos entre famílias civis. É por isso que nossos avanços são lentos e muito cuidadosos – disse o tenente-coronel Abdel Amir al-Mohammedawi, porta-voz das forças iraquianas, à agência inglesa de notícias Reuters.

Segundo o escritório de coordenação humanitária da ONU. Quase 700 pessoas foram levadas para hospitais nas áreas controladas por curdos nos arredores de Mossul na última semana. Mais de 817 solicitaram tratamento hospitalar na semana anterior.

Afeganistão

Pelo menos 23 pessoas morreram e mais de 20 ficaram feridas na terça-feira em um ataque suicida perto do edifício do Parlamento do Afeganistão, em Cabul. Disse Saleem Rasouli, uma autoridade sênior de saúde.

O grupo islâmico afegão Taliban assumiu a responsabilidade pelas duas explosões perto do Parlamento. O ataque teve como alvo um ônibus com funcionários da NDS, principal agência de inteligência do Afeganistão.

O ataque, que encerra um período de relativa calma na capital afegã. Ocorreu em uma área movimentada durante a hora do rush da tarde. Em um momento no qual trabalhadores voltavam para casa.

Autoridades dizem que um carro-bomba suicida se explodiu na área de Darul Aman da capital, perto do prédio do Parlamento. A primeira explosão foi seguida por outro carro-bomba, aparentemente em uma operação coordenada.

Mais cedo, um homem-bomba matou sete pessoas e feriu outras nove após ter detonado seus explosivos em uma casa na província de Helmand utilizada pela NDS.