single.php

Lula presta homenagem à mulher e diz que acredita em um mundo melhor

O ex-presidente também que se preocupa com o desrespeito com que uma parte dos homens brasileiros tem tratado das mulheres

 

Por Redação – de São Paulo

 

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva divulgou, nesta quarta-feira, um vídeo em que defende a luta das mulheres brasileiras. A mensagem segue no Dia Internacional da Mulher. 

— Hoje mais do que nunca as mulheres estão mobilizadas para lutar contra a violência masculina, a precarização do trabalho e a desigualdade social. Para as companheiras, todo o meu apoio e admiração — disse Lula.

Lula tem sido perseguido pela mídia conservadora, desde o seu primeiro mandato como presidente da República
Lula recebeu a visita de mulheres trabalhadoras na sede do Instituto que leva seu nome

O ex-presidente também que se preocupa com o desrespeito com que uma parte dos homens brasileiros tem tratado das mulheres.

— Fomos educados numa sociedade machista, que desrespeita e subestima as mulheres. Não é justo que uma mulher ganhe menos do que um homem exercendo a mesma função — disse Lula. 

Reforma da Previdência

O ex-presidente petista criticou a política do governo de Michel Temer, que tenta acabar com os direitos conquistados pelas mulheres, ao propor mudanças como a reforma da Previdência, que iguala em 65 anos a idade mínima para aposentadoria de homens e mulheres. 

— Nós podemos nos unir às mulheres e participar da construção de um mundo melhor. Sem opressão, sem estupros, sem assédio, sem desigualdade e com muito amor e respeito. O convívio me ensinou que se nós homens nos unirmos às mulheres, que combatem a discriminação e a violência, um mundo melhor estará mais próximo do que podemos imaginar — afirmou Lula. 

Assista ao vídeo:
[youtube https://www.youtube.com/watch?v=ZhyBaIZEpW8]

 

Lula recebe manifesto

Lula recebeu, na tarde passada, na sede do Instituto Lula, uma comissão formada por movimentos de mulheres sindicalistas para a entrega de um manifesto de apoio ao ex-presidente. 

O documento, que é em reconhecimento aos avanços das políticas públicas para as mulheres nos últimos 13 anos no Brasil, presta também solidariedade ao ex-presidente pela perseguição política e midiática que vem sendo vítima e pela morte de D. Marisa Letícia.
Entre as mulheres, esteve presente a ex-ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Eleonora Menicucci.

— Hoje, o agradecimento das mulheres brasileiras é imenso. No seu governo, você teve a sensibilidade de ouvir duas demandas importantes: criar a Secretaria de Política das Mulheres e a Lei Maria da Penha, que foi fundamental para a vida das mulheres — lembra a ex-ministra.

Bandeiras sociais

Segundo Juvandia Moreira, presidenta do Sindicato dos Bancários, Lula fFoi o presidente que mais fez pela luta das mulheres.

— Além da Lei Maria da Penha, deu o cartão do Bolsa Família na mão das mulheres — lembrou. 

Para Junéia Batista, da Secretaria de Mulheres da Central Única dos Trabalhadores (CUT), “nós, mulheres, estamos aqui para te apoiar e dizer que cada uma de nós estaremos nas ruas brigando contra a reforma da Previdência, pela descriminalização do aborto e para te levar à presidência em 2018″.

Durante o encontro, Lula lembrou das conquistas, da importância do empoderamento feminino e o resultado da luta das mulheres no país. “A medida que a mulher vai ficando independente economicamente, ela vai tomando conta do seu próprio nariz”, disse. 

O ex-presidente ressaltou que, caso volte à Presidência da República, será criada novamente a Secretaria de Políticas para as Mulheres.

— O custo é zero diante dos benefícios — acrescentou.

Gesto de solidariedade

Para ele, é importante que as mulheres tenham maior representatividade na Câmera, no Senado e na liderança dos movimentos sindicais.

— Se tem uma coisa que eu tenho orgulho, foi influenciar a sociedade brasileira a acreditar que ela podia ter um presidente que saiu do meio do povo. E vou continuar influenciando as mulheres para que tenham consciência de que, a Dilma, foi só o primeiro passo, e que as mulheres podem muito mais — afirmou Lula. 

Ao final do encontro, o ex-presidente ressaltou que as mulheres precisam ter consciência de que elas podem cuidar do país. Ele agradeceu pelo gesto de solidariedade do movimento de mulheres.