Mercedes começa corrida para anunciar substituto de Rosberg

A escuderia deixou claro nos dias anteriores ao Natal que não faria nenhum anúncio antes de voltar plenamente aos trabalhos nesta terça-feira

Por Redação, com Reuters – de Londres:

O mundo da Fórmula 1 começou o ano à espera de que a Marcedes anuncie quem substituirá o campeão mundial aposentado Nico Rosberg como companheiro de equipe de Lewis Hamilton.

Mercedes começa corrida contra o tempo para anunciar substituto de Rosberg
Mercedes começa corrida contra o tempo para anunciar substituto de Rosberg

A escuderia deixou claro nos dias anteriores ao Natal que não faria nenhum anúncio antes de voltar plenamente aos trabalhos nesta terça-feira. No entanto, há evidências de que a decisão está quase tomada.

De acordo com o site motorsport.com. O finlandês Valtteri Bottas esteve na fábrica da Mercedes em Brackley antes do Natal para reunir-se com os engenheiros da equipe e testar o cockpit de seu carro para 2017.

Bottas corre pela Williams, que usa motores Mercedes, desde sua estreia na Fórmula 1 em 2013. O chefe da escuderia Mercedes, Toto Wolff, um ex-acionista da Williams. Ele está envolvido na equipe de gestão da carreira do piloto de 27 anos. 

O finlandês é o favorito nas casas de apostas para substituir Rosberg. Que inesperadamente anunciou sua aposentadoria no mês passado cinco dias após ter conquistado seu primeiro título mundial. 

No entanto, outros elementos podem estar em jogo antes que um acordo possa ser anunciado.

Felipe Massa 

Um deles é a possibilidade de o brasileiro Felipe Massa abandonar seu anúncio de aposentadoria e voltar à atividade para substituir Bottas na Williams. 

Outra possibilidade é Pascal Wehrlein, um piloto reserva da Mercedes de 22 anos que poderia estar esperando sua oportunidade na equipe. Embora ainda carente de experiência. 

Com o início dos testes de pré-temporada na Espanha no fim do mês que vem. Antes da primeira prova do ano na Austrália, em 26 de março. As escuderias entram em seu período mais ativo e o tempo para tomar decisões. Especialmente para a Mercedes, está chegando ao fim.

Murray finaliza melhor ano da carreira

O tenista número um do mundo, o britânico Andy Murray, finalizou no último sábado o ano de 2016 com uma vitória por 6-3 e 7-6 sobre o canadense Milos Raonic. Conquistando o terceiro lugar no torneio de exibição Mubadala World Tennis Championship, em Abu Dhabi.

O escocês de 29 anos se recuperou da surpreendente derrota para o belga David Goffin na semifinal de sexta-feira, após finalizar a temporada oficial com 24 vitórias seguidas.

Murray começou a partida deste sábado quebrando o serviço de Raonic para conquistar o primeiro set. O canadense se recuperou ao longo da segunda parcial. Mas Murray manteve a intensidade e conseguiu vencer o set no tie-break para fechar o jogo.

– Foi bom finalizar o ano com uma vitória. Foi uma boa partida para treinar devoluções, já que o Milos tem um serviço muito forte – afirmou Murray, que foi incluído na sexta-feira na lista de honras de Ano Novo da rainha Elizabeth.

– Eu ainda me sinto como Andy Murray, normal. Mas estou feliz em receber a honraria. É uma forma legal de começar o novo ano – acrescentou.

Murray termina 2016 no topo do ranking masculino pela primeira vez. Neste ano. Ele venceu o torneio de Wimbledon, batendo Raonic na final, além de se tornar bicampeão olímpico no Rio de Janeiro e ter conquistado também o ATP World Tour Finals.

Ele tentará defender o posto de número 1 no Aberto da Austrália, em janeiro. Murray foi cinco vezes vice-campeão no torneio de simples, mas nunca faturou a taça.